Morre o cineasta Arthur Penn

Diretor de Bonnie e Clyde - Uma Rajada de Balas tinha 88 anos e sofreu uma parada cardíaca

Da redação Publicado em 29/09/2010, às 17h11

Arthur Penn, diretor de Bonnie e Clyde - Uma Rajada de Balas, morreu na última terça, 28
AP

Arthur Penn, diretor do premiado Bonnie e Clyde - Uma Rajada de Balas (1967), que foi indicado ao Oscar em dez categorias, morreu na última terça, 28, em Nova York, um dia depois de completar 88 anos. A informação foi divulgada pelo site do jornal The New York Times nesta quarta, 29. A causa da morte, de acordo com seu filho Matthew, foi uma parada cardíaca.

Penn trabalhou em diversos longas, mas sua carreira começou nas várias séries de TV que fez nos anos 50. Seu primeiro filme foi Um de Nós Morrerá (1958), que contava a história do lendário cowboy Billy The Kid (interpretado por Paul Newman, uma das maiores estrelas da época).

O trabalho seguinte no cinema foi O Milagre de Anne Sullivan (1962), que rendeu um Oscar para cada uma das duas atrizes principais, Anne Bancroft e Patty Duke. Cinco anos mais tarde, ele realizou o filme que o consagrou de vez, sobre o famoso casal de bandidos Bonnie e Clyde.

Em sua experiência na televisão, dirigiu a transmissão do importante terceiro debate presidencial entre John F. Kennedy e Richard M. Nixon e atuou como conselheiro do então senador Kennedy. Sua carreira também passou pelo teatro: ele foi vencedor de um prêmio Tony por sua adaptação de O Milagre de Anne Sullivan para a Broadway.