Morre Ed Wilson, um dos expoentes da Jovem Guarda

O artista, que ajudou a fundar o Renato e Seus Blue Caps, também escreveu sucessos como "Aguenta Coração" e "Chuva de Prata"; ele estava com 65 anos

Da redação Publicado em 05/10/2010, às 11h45

Ed Wilson na capa do disco Verdadeiro Amor, de 1966
Reprodução

Um dos maiores representantes da Jovem Guarda morreu no último domingo, 3, no Rio de Janeiro, de acordo com o site do jornal O Globo. Ed Wilson, compositor de diversos hits no Brasil, estava com 65 anos e sofria de câncer na tireoide.

Entre os sucessos escritos pelos cantor e compositor estão "Chuva de Prata", que fez ao lado de Ronaldo Bastos e ficou conhecido na voz de Gal Costa; "Aguenta Coração", cantado por José Augusto e composto em parceria com Paulo Sérgio Valle; "Acho que Vou lhe Esquecer" e "Vou Lhe Deixar", gravados por Wanderléa.

Ele ainda ajudou a fundar o Renato e Seus Blue Caps, ao lado de seus irmãos Renato e Paulo César Barros. Em 1961, saiu do grupo para seguir carreira solo e foi substituído por Erasmo Carlos.

Algumas das canções mais conhecidas de sua trajetória como cantor foram "Telefonema", "Garota Fenomenal" e "O Carro do Papai", que ele canta no vídeo abaixo:

Ultimamente, ele trabalhava como vocalista do The Originals, o lado de outros membros da Jovem Guarda, Miguel Plopschi, Pedrinho da Luz e Cleudir Borges.