Morre o documentarista Bud Greenspan

Famoso por filmes sobre os Jogos Olímpicos, cineasta sofria de mal de Parkinson

Da redação Publicado em 27/12/2010, às 12h22

Jesse Owens e Bud Greenspan em 1979
AP

O cineasta Bud Greenspan, que foi durante anos o documentarista oficial dos Jogos Olímpicos, morreu no último sábado, 25, aos 84 anos. De acordo com a agência de notícias Associated Press, Nancy Beffa, mulher de Greenspan, informou que ele morreu devido a complicações decorrentes do mal de Parkinson.

Greenspan contou em seus filmes a história de centenas de atletas, sempre buscando o lado humano dos retratados. Seu primeiro grande trabalho foi o documentário para a TV Jesse Owens Returns to Berlin, de 1966. No filme, o corredor norte-americano relembra as Olimpíadas de Berlim, de 1936, quando ganhou quatro medalhas de ouro - e foi rejeitado por Adolf Hitler, que apenas cumprimentou atletas vencedores da Alemanha.

De acordo com o jornal Los Angeles Times, Bud Greenspan ganhou oito prêmios Emmy ao longo de sua carreira (um deles pela série de documentários The Olympiad, com 22 horas de duração), além de ter entrado para o Hall da Fama Olímpico, nos Estados Unidos, em 2004.