Morre fotógrafo dos Rolling Stones e Jimi Hendrix

Ken Regan, além de fotos de roqueiros, também se especializou em imagens de esportistas

Andy Greene Publicado em 28/11/2012, às 11h08 - Atualizado às 16h49

 All Access: the Rock & Roll Photography of Ken Regan
Reprodução / Facebook

O fotógrafo Ken Regan, conhecido por suas icônicas imagens de Bob Dylan, Beatles, Rolling Stones, Bruce Springsteen e Jimi Hendrix, morreu de câncer em 25 de novembro, confirmou a Rolling Stone EUA. Um porta-voz do seu estúdio se recusou a confirmar a idade de Regan, dizendo que ele era “eterno”.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Nascido em Nova York, Regan colecionou incontáveis horas na estrada com estrelas do rock, fotografando os Beatles em sua turnê de 1965, Hendrix no Fillmore East, em 1968, Springsteen na turnê Amnesty International, de 1988, e Neil Young no Ryman Auditorium, em 2005.

Ele também fotografou o Concert for Bangladesh, organizado por George Harrison, em 1971, o The Last Waltz, último show da The Band, em 1976, e o Live Aid, de 1985. Em 1975, Regan esteve junto com os Rolling Stones e Bob Dylan na turnê Rolling Thunder Review, tirando milhares de fotos durante o caminho.

“Várias vezes eu estava no palco apenas para ver o redondo olho esquerdo de Ken mirando em mim, com aquele sorriso largo atrás da sua câmera e sabendo que ele conseguiu a foto que estava procurando”, escreveu Keith Richards no prefácio do livro de Regan de 2011, chamado All Access: the Rock & Roll Photography of Ken Regan (capa ao lado). “Eu conhecia muitos fotógrafos e todos eles tinham o seu estilo pessoal. Quando eu vejo Ken na minha frente, eu sei que ele está esperando pelo momento certo!”

Regan tinha a habilidade em capturar cenas pessoais de bastidores: como Andy Warhol passando um tempo com Mick Jagger na Factory, em 1977; ou Bob Dylan encontrando Bruce Springsteen pela primeira vez no backstage de um show de 1975; ou ainda um descamisado Dylan jogando gamão naquele mesmo ano. Um dos seus cliques de Dylan foi usado na capa do disco ao vivo The Bootleg Series Vol. 5: Bob Dylan Live 1975, lançado em 2002; outra foi capa da edição de 1984 da Rolling Stone EUA.

Regan também passou anos fotografando esportes ao redor do mundo. Suas fotos de Muhammed Ali foram muito reproduzidas, por exemplo. Em 1975, ele fotografou a famosa batalha entre Ali e George Foreman, no Zaire, e sua imagem ilustrou a capa da revista Sports Illustrated.

Mais recentemente, Regan decidiu passar a documentar filmagens. Ele trabalhou com Clint Eastwood no filme As Pontes de Madison (1995), com Jonathan Demme em O Silêncio dos Inocentes (1991) e em Dossiê Pelicano (1993), de Alana Pakula.

Regan continuou a trabalhar até que a doença o impossibilitou, no início de 2012.