Morre o guitarrista e cantor de blues T-Model Ford

Ford começou a tocar após ter se divorciado da quinta esposa, aos 58 anos de idade

Rolling Stone EUA Publicado em 17/07/2013, às 13h05 - Atualizado às 16h17

T-Model Ford
Reprodução / MySpace

T-Model Ford, cantor e guitarrista do Mississippi que entrou no blues já mais velho, morreu nesta terça-feira, 16, de insuficiência respiratória na casa onde morava na cidade de Greenville, nos Estados Unidos. Ford teria 93 anos, mas, de acordo com informações da agência Associated Press, ele não sabia ao certo o ano em que havia nascido e poderia ter 89.

Ford começou a tocar guitarra quando tinha 58 anos, depois que a quinta esposa o deixou, e iniciou-se no blues em festas privadas nos arredores de Greenville, na região oeste do estado do Mississippi. “Ele tocada tarde e, então, passava repelente contra insetos e ia dormir na van dele”, disse o amigo de longa data Roger Stolle.

Durante a carreira como artista do blues, Ford gravou sete discos e era conhecido por um som cru e por apresentações embebidas de uísque. Ele era brincalhão no palco e, usualmente, interagia com casais que o assistiam. “Ele diria: ‘É melhor você marcar seu território com ela porque, se bobear, eu vou levá-la para um passeio’”, contou Stolle.

Nascido James Lewis Carter Ford, não é claro como ele acabou ganhando o apelido de “T-Model”. De acordo com a biografia publicada no site da gravadora dele, Ford arava o campo com uma mula aos 11 anos. Ele também trabalhou com serraria, de caminhoneiro e em uma madeireira. Quando era mais novo, foi condenado a dez anos por assassinato . Ele lançou o primeiro álbum pela Fat Passum, Pee-Wee Get My Gun, em 1997.

“A música dele conseguia levá-lo diretamente ao coração e à alma do Delta [Blues] daqueles dias”, disse Bill Luckett, que é coproprietário do clube Ground Zero Blues Club, em Greenville. Ele chamava Ford de “mestre do blues old school”.

Ford foi casado seis vezes e, segundo dizem, teve 26 filhos.