Morre o músico de jazz Sam Rivers

Artista integrou a banda de Miles Davis e fez turnês com Billie Holiday

Redação Publicado em 28/12/2011, às 13h06 - Atualizado às 15h26

Sam Rivers
Reprodução

Morreu aos 88 anos o saxofonista e compositor Sam Rivers, músico de jazz conhecido pelo talento para o improviso. Ele foi vítima de pneumonia em Orlando, Flórida, nos Estados Unidos, na última segunda, 26. A informação foi divulgada pela agência de notícias France Presse.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Nascido em uma família de músicos, Rivers tocava "bebop" na década de 50 e chegou a sair em turnês com Billie Holiday. Posteriormente, em 1964, ainda fez parte da banda de Miles Davis e gravou ao lado do artista o disco ao vivo Miles in Tokyo.

Rivers ainda fez diversos álbuns próprios, considerados inovadores para a época. Lançou pelo selo Blue Note alguns deles, como Fuchsia Swing Song (vide foto). As parcerias musicais ainda incluíram trabalhos com o baixista Dave Holland e o baterista Tony Williams.

Em 1970, Rivers comprou um apartamento em Nova York que rapidamente foi transformado em um estúdio sempre disposto a receber outros músicos e fãs de jazz. O local acabou sendo transformados em uma das primeiras sedes do movimento "Loft Jazz Scene", que foi se espalhando ao longo da década. Basicamente, consistia na realização de shows nos amplos apartamentos da cidade, lugares que costumavam ser antigos armazéns.

Rivers ainda tocou por quatro anos com a banda United Nations, de John Birks "Dizzy" Gillespie, antes de formar sua própria banda, em Orlando, onde morreu.