Morre o suíço Dieter Moebius, um dos precursores da música eletrônica

Artista de 71 anos participou do movimento alemão Krautrock entre os anos 1960 e 1970

Rolling Stone EUA Publicado em 21/07/2015, às 10h34 - Atualizado às 11h10

Precursor da música eletrônica Dieter Moebius
Reprodução

O tecladista suíço Dieter Moebius, gigante do gênero da música eletrônica, morreu nesta segunda-feira, 20, aos 71 anos, confirmou pelo Facebook Michael Rother, companheiro dele no grupo Harmonia. Não foram dados detalhes sobre a causa da morte.

Moebius, Hans-Joachim Roedelius e Conrad Schnitzler, do Tangerine Dream, se juntaram em 1969 para formar o Kluster. Depois da saída de Schnitzler, em 1971, a dupla passou a se chamar Cluster.

Como boa parte das bandas experimentais do Krautrock alemão das décadas de 1960 e 1970, o duo inicialmente trabalhou com dissonâncias, até passar para repetições e as chamadas batidas motorik. Eles também tocaram com Rother no projeto Harmonia, lançando três álbuns. Em 1976, o Cluster produziu o álbum Soweisoso, considerado um marco do gênero.

Ao longo dos anos, Moebius e Roedelius fizeram parcerias com muitos dos talentos do Krautrock, como o engenheiro de som Conny Plank, o baixista Holger Czukay, do Can, e o baterista Mani Neumeier, do Guru Guru.

A dupla gravou algo pela última vez em 2009, quando saiu o disco Qua. Moebius lançou, além disso, mais de uma dúzia de álbuns solo. O mais recente deles, Nidemonex, é de 2014.