Peter Tork, baixista e vocalista do Monkees, morre aos 77 anos

Músico integrou a banda criada para TV que teve 4 discos no topo dos mais vendidos dos Estados Unidos no fim dos anos 1960

Rolling Stone EUA Publicado em 21/02/2019, às 14h46

None
Monkees, formado por Peter Tork (à esq), Mike Nesmith, David Jones e Micky Dolenz (Foto: AP Photo/Ray Howard)

Peter Tork, baixista e vocalista do Monkees, banda criada inicialmente para um programa de TV nos anos 1960, morreu nesta quinta-feira, 21, de causas ainda desconhecidas. Ele tinha 77 anos. A irmã do músico, Anne Thorkelson confirmou a morte ao jornal The Washington Post.

"Fui informado que ele se foi de forma tranquila", disse Michael Nesmith, companheiro de Monkees, em um comunicado. "Ainda assim,enquanto escrevo isso, minhas lágrimas escorrem e meu coração está quebrado. Embora eu esteja apegado à ideia de que todos nós devemos continuar, as dores dessas despedidas não têm cura."

No programa de TV do Monkees, no ar nos Estados Unidos no canal NBC, Tork interpretava um adorável bobalhão. "Eu fui contratado como ator para um programa de TV, disse Tork à Rolling Stone EUA em 2016. "Os produtores tinham esperanças de que algo de musical acontecesse quando unissem nós quatro. Mas se a gente não fosse capaz de fazer música, eles estavam satisfeitos com a ideia de apenas fazer um programa de TV."

Na vida real, contudo, Tork era um bem-sucedido compositor e performer responsável por gravar e escrever diversos sucessos do grupo, como "Can You Dig It?" e "For Pete's Sake".

Em 2009, ele teve um raro tipo de câncer na língua diagnosticado, mas se recuperou e voltou às turnês com o Monkees em 2012. Com eles, permaneceu na estrada até 2016, quando foi afastado por razões não reveladas.

"Embora seja verdade que minha saúde requer um pouco mais de atenção atualmente, estou me sentindo bem", publicou Tork no Facebook, em outubro de 2018. "Estou também aproveitando esse tempo para estar próximo da família, amigos e fazer música. Vamos ver o que acontece. Quanto ao descanso, obrigado a todos pelos desejos de melhora. Esse é um momento íntimo e não vou publicar uptades."

Durante dois anos, entre 1966 e 1967, o Monkees lançou quatro discos e todos alcançaram o topo das paradas nos Estados Unidos. O melhor resultado recente do grupo foi o disco Good Times!, de 2016, que alcançou a 14ª posição nos EUA.