Morre Ronald ‘Khalis’ Bell, fundador da fundamental Kool & The Gang

A causa da morte do lendário cantor, compositor e saxofonista não foi revelada

Redação Publicado em 10/09/2020, às 08h12

None
Ronald ‘Khalis’ Bell (Foto: Getty Images / Robin Marchant)

Ronald ‘Khalis’ Bell morreu aos 68 anos nesta última quarta-feira, 9, em casa, nos Estados Unidos. O representante do cantor, compositor e saxofonista da fundamental Kool & The Gang confirmou a informação para a Rolling Stone EUA e não revelou a causa da morte. 

Inspirados por lendas do jazz, soul e funk norte-americano, como James Brown, John Coltrane e Herbie Hancock, o grupo vendeu mais de 70 milhões de discos, sendo 31 deles de ouro ou platina.

Ao lado do irmão, Robert “Kool” Bell, o artista aprendeu sobre percussão sozinho com algumas latas velhas de tintas. Os dois formaram o grupo Jazziacs com os colegas de escola Spike Mickens, Dennis Thomas, Ricky Westfield, George Brown e Charles Smith

+++ LEIA MAIS: Morre Ronald Harwood, vencedor do Oscar por O Pianista, aos 85 anos

Pouco tempo depois, o grupo mudou de nome algumas vezes e foram chamados de Kool & the Flames e Jazz Birds. Com este último nome, os músicos se apresentaram em clubes locais e chegaram a vencer a Noite Amadora do Teatro Apollo. 

A identidade da banda mudaria mais uma vez e passaria a ser conhecida como Kool & The Gang. Os músicos estrearam com um disco homônimo em 1970, o qual foi sucedido por mais 22 álbuns ao longo da carreira. 

Bell, que adotou o nome Khalis Bayyan mais tarde, colaborou na composição de inúmeros hits da banda, como “Ladies’ Night”, “Jungle Boogie”, “Funky Stuff” e “Hollywood Swinging”, estes três últimos faziam parte do quarto disco do grupo, Wild and Peaceful, que tornou a Kool & The Gang conhecido entre o público.

+++ LEIA MAIS: James Brown teria demitido Kanye West 12 vezes, diz ícone do soul Bettye LaVette

Nos anos 1980, Bell ainda compôs “Celebration”, definitivamente, a canção mais conhecida da banda ao redor do mundo, que se tornou um hit indispensável das playlists de casamento por muito anos.

O músico chegou a contar para a Rolling Stone EUA detalhes sobre a inspiração para compor a música. Ele disse: “Three Dog Night tinha músicas sobre ‘Celebrar’, mas nunca houve uma música sobre um ‘cel-e-bra-ção’. Todos ao redor do mundo, vamos lá, há uma celebração a cada segundo de nossas vidas. Em algum lugar, alguém está sempre comemorando alguma coisa”.

A partir dos anos 1990, Bell fez turnês para relembrar o legado da banda. Antes da morte, o artista ainda trabalhava com a música e planeja lançar o disco solo Kool Baby Brotha Band junto com uma série de animação chamada Kool TV.

Relembre o hit “Celebration”: 


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'