Morre Saul Zaentz, lendário produtor de Um Estranho no Ninho, Amadeus e O Paciente Inglês

Figura celebrada em Hollywood recebeu três estatuetas do Oscar por Melhor Filme tinha 92 anos

Redação Publicado em 04/01/2014, às 15h42 - Atualizado em 05/01/2014, às 13h26

Saul Zaentz e elenco de Um Estranho no Ninho
AP

Três vezes produtor do filme escolhido como o melhor do ano pela Academia, Saul Zaentz morreu nesta sexta-feira, 3, em decorrência de complicações de Mal de Alzheimer. Ele tinha 92 anos. As informações são do site The Hollywood Reporter.

Artistas e personalidades que perdemos em 2013.

Os filmes que receberam a premiação máxima do Oscar foram Um Estranho no Ninho (1975) – como pode ser visto na foto acima –, Amadeus (1984) e O Paciente Inglês (1996).

Os dois primeiros filmes foram resultado de uma parceria com o diretor Milos Forman. Já O Paciente Inglês foi dirigido por Anthony Minghella.

Novamente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, Zaentz recebeu o prêmio Irving G. Thalberg, dado a ele pela excelência de sua obra como produtor.

A filmografia do produtor ainda conta com a animação de O Senhor dos Aneis, lançada décadas antes das aventuras do diretor Peter Jackson pela Terra-média, em 1978, além de A Costa do Mosquito (1986) e A Insustentável Leveza do Ser (1988).

O último trabalho de Zaentz foi em nova parceria com Milos Forman, em Sombras de Goya, longa-metragem estrelado por Javier Bardem.

Antes de se tornar um célebre produtor de Hollywood, Zaentz se aventurou como executivo de uma gravadora, a Fantasy Records, com a qual ajudou a lançar abanda Creedence Clearwater Revival, liderada por John Fogerty, durante a década de 1960.