Morre Signe Anderson, primeira vocalista do Jefferson Airplane, aos 74 anos

Cantora que antecedeu Grace Slick na formação da banda de rock psicodélico morreu no mesmo dia que o guitarrista Paul Kantner

Rolling Stone EUA Publicado em 01/02/2016, às 11h48 - Atualizado às 12h06

Capa de Jefferson Airplane Takes Off, álbum de estreia da banda de rock psicodélico Jefferson Airplane, com Signe Anderson como vocalista
Reprodução

Signe Anderson, primeira vocalista mulher do Jefferson Airplane, morreu no ultimo dia 28 de janeiro. Signe, que cantou no disco de estreia da banda,Jefferson Airplane Takes Off, tinha 74 anos e morreu no mesmo dia que o ex-companheiro dela no Jefferson Airplane, o guitarrista Paul Kantner.

Relembre grandes momentos do festival Woodstock; como o show do Jefferson Airplane.

Não foi divulgada uma causa para morte, mas, segundo o Psychedelic Sight, Signe já vinha sofrendo com problemas de saúde nos últimos anos. Outro ex-companheiro de banda dela, o baixista Jack Casady afirmou que ela recentemente entrou em uma casa de repouso.

Após a notícia da morte de Signe, os integrantes remanescentes do Jefferson Airplane fizeram tributos à antiga cantora. “Uma doce senhora morreu. Imagino que ela e Paul acordaram no céu e disseram: ‘Ei, o que você está fazendo aqui? Vamos montar uma banda’ e, assim que disseram isso, Spencer já estava lá se juntando!’”, escreveu o ex-vocalista Marty Balin, no Facebook, referindo-se ao finado baterista da banda, Spencer Dryden. “Pensamentos cordiais a toda a família e amados.”

Saiba mais sobre a carreira de Paul Kantner.

Nascida em Seattle e criada em Portland, nos Estados Unidos, a cantora folk Signe Toly entrou para o Jefferson Airplane no verão de 1965, tendo sido convidada para se juntar à banda por Balin, logo após uma performance em São Francisco (Califórnia). Pouco tempo depois, ela se casou com Merry Prankster Jerry Anderson, herdando o sobrenome.

Signe apareceu no disco de estreia do grupo, Jefferson Airplane Takes Off, cantando os vocais principais em “Chauffeur Blues” e participando proeminentemente na versão da banda de “Let's Get Together” – faixa escrita por Chet Powers que se tornaria um hit com o Youngbloods no ano seguinte.

Conforme o Jefferson Airplane crescia, Signe teve o primeiro filho. Percebendo que a vida na estrada com um recém-nascido era insustentável, ela optou por sair do Jefferson Airplane em 1966. Signe permaneceu com o grupo enquanto eles procuraram uma substituta, eventualmente escolhendo a vocalista do Great Society, Grace Slick, que levou a eles as músicas “Someone to Love” (renomeada como “Somebody to Love”) e “White Rabbit”.

“Eu e ele abrimos novos mundos”, disse Marty Balin sobre Paul Kantner.

A última performance de Signe com o Jefferson Airplane foi em 15 de outubro de 1966, em um show no Fillmore, também em São Francisco. A apresentação no Fillmore foi lançada oficialmente como um álbum ao vivo em 2010. Na noite seguinte, em 16 de outubro, Grace fez sua estreia com o Jefferson Airplane.

“Signe foi uma das pessoas mais fortes que já conheci”, escreveu o guitarrista Jorma Kaukonen em seu blog, o Cracks in the Finish. “Ela era nossa mãe nos primeiros dias do Airplane... uma voz da razão em muitas ocasiões... um importante membro na nossa pequena e disfuncional família. Sempre procurei vê-la quando tocávamos no Aladdin, em Portland”. Ele encerrou dizendo: “Você viverá para sempre no meu coração.”

Edição 94 (2014): o nascimento dos festivais de rock.

O baixista Jack Casady acrescentou, no Facebook: “Acabo de ser informado da morte de Signe Anderson, no mesmo dia que perdemos Paul. Signe foi a primeira vocalista mulher que tivemos no Jefferson Airplane. Mantive contato com Signe nas últimas semanas conforme ela se mudou para uma casa de repouso.”

Ele continuou: “Ela era um doce de pessoa com uma voz contralto magnífica, além de um sólido passado folk. Ouça como ela fez a harmonia de três partes de JA Takes Off (primeiro álbum) soar tão densa. Seu tom maravilhoso entre o de Paul e Marty. Um dia triste... para aqueles de nós que continuam aqui.”