Morrissey afirma que críticas ruins ao livro dele são ataques pessoais

Recentemente o cantor publicou o romance List Of the Lost

Redação Publicado em 05/11/2015, às 13h09 - Atualizado às 14h17

Morrissey

Ver Galeria
(17 imagens)

Morrissey respondeu às críticas sobre o livro de estreia dele List Of the Lost dizendo que as péssimas avaliações são, na realidade, ataques a ele como ser humano. O romance conta a história de uma equipe de revezamento amaldiçoada por um demônio e foi criticada particularmente por conter cenas de sexo mal-escritas.

Dez músicas da carreira solo de Morrissey que você precisa ouvir.

Em uma entrevista ao site Chilean, Morrissey se defendeu, afirmando que as avaliações ruins são relativas ao fato de que ele escreveu o livro: “Eu acredito veementemente na liberdade de expressão e os críticos têm o direito de dizer o que quiser”, disse o cantor. “No entanto, as avaliações são ataques a mim como ser humano."

Galeria: os 15 insultos mais polêmicos de Morrissey.

“Não foi escrito para vocês. Não se pode projetar algo que o autor deveria ter escrito em vez daquilo que ele de fato escreveu”, continuou o artista. Algumas das críticas produzidas sobre o romance, inclusive, orientavam aos fãs do músico que não se dessem ao trabalho de comprar um exemplar. “Eles querem começar algo que talvez traga um pouco de atenção, pois querem que essa discussão seja sobre o gosto pessoal deles. Nada avança em um mundo como esse. Se você diz ao público para não comprar o livro, você está dando a esse um nível de atenção indesejado”, finalizou o músico.

Veja 14 passagens reveladoras da autobiografia de Morrissey.

Apesar da defesa de Morrissey em relação ao romance, List Of the Lost foi mal recebido pela crítica especializada. A obra, inclusive, foi indicada ao Bad Sex In Fiction Award, criado em 1993, que tem como objetivo “indicar a crua, sem gosto, e constante abordagem superficial das passagens de sexo no romance moderno”.