Morrissey pede renúncia de David Cameron caso episódio envolvendo porco seja comprovado; entenda

Biografia não autorizada a respeito do primeiro ministro britânico afirma que ele colocou o pênis na boca do animal enquanto estava na universidade

Redação Publicado em 22/09/2015, às 11h46 - Atualizado às 18h44

Morrissey
Reprodução/Facebook

Ativista em defesa dos animais, o cantor Morrissey se pronunciou sobre as denúncias de que o primeiro ministro britânico David Cameron teria colocado o próprio pênis na boca de um porco morto quando estava na faculdade. O animal ficava na sala de anatomia da Universidade de Oxford.

Dez músicas da carreira solo de Morrissey que você precisa ouvir.

As alegações foram feitas no livro escrito por Lorde Ashcroft. A biografia não autorizada do primeiro ministro, Call Me Dave, ainda diz que existem provas fotográficas de que Cameron realmente cometeu o fato alegado. Como descreve a obra, o episódio foi parte de uma cerimônia de iniciação do Clube Bullingdon.

Veja 14 passagens reveladoras da autobiografia de Morrissey.

Em postagem no site True To You, Morrissey emitiu um comunicado que também contou com o apoio da organização de defesa dos animais PETA. A nota, que critica a manutenção de práticas como a narrada por Lorde Ashcroft, ainda cobra do primeiro ministro explicações, finalizando ao dizer que o cargo de Cameron pressupõe a proteção daqueles mais vulneráveis.

14 passagens reveladoras da autobiografia de Morrissey.

Enquanto isso, o roteirista de Black Mirror, Charlie Brooker, negou que já sabia do acontecimento, que possui coincidências com um episódio do seriado britânico, no qual um primeiro ministro é forçado a fazer sexo com um porco. Intitulado “The National Anthem”, o capítulo foi transmitido em 2011.

No episódio, o personagem interpretado por Rory Kinnear é obrigado a ter relações sexuais com para salvar a vida da Duquesa de Beaumont (Lydia Wilson), que é sequestrada por um grupo terrorista que divulga a ultrajante exigência.

Após usuários do Twitter questionaram o roteirista, ele veio a público para esclarecer que se trata apenas de uma coincidência. “Nunca tinha ouvido a história sobre Cameron e o porco quando escrevi aquele roteiro. Então, isso me gera um estranhamento”.