Morrissey proíbe venda de carne durante show em Los Angeles

A exigência do músico, ainda doente, fez com que os produtores aceitassem que só fossem vendidas comidas vegetarianas no local

Redação Publicado em 19/02/2013, às 11h38 - Atualizado às 12h54

Morrissey
AP

Assumindo que Morrissey já estará pronto para voltar à turnê até lá, ele irá se apresentar no Staples Center, em Los Angeles, em 1º março, informa a Billboard norte-americana. Por causa da performance dele, a loja do McDonald's do local será fechada e o restante dos restaurantes e lanchonetes da arena deverá vender comida 100% vegetariana.

Morrissey passou pelo Brasil em março de 2012. Saiba como foi o show em São Paulo.

Uma porcentagem da renda obtida com a venda de ingressos irá para o grupo PETA (organização não governamental dedicada aos direitos dos animais). Paul McCartney havia feito mesma exigência anteriormente, mas não foi atendido. "Eu não vejo isso como uma vitória para mim, mas como uma vitória para os animais", disse Morrissey, em declaração oficial.

Agora ele apenas precisa conseguir chegar a Los Angeles. O cantor recentemente cancelou diversos shows da sua turnê enquanto trata uma úlcera hemorrágica e uma doença chamada esôfago de Barrett – inflamação crônica na garganta que acontece por causa de refluxo de ácido gástrico.

Recentemente, ele teve que remarcar as apresentações em Denver, Salt Lake City e São Francisco, que seriam realizadas nesta semana. Agora, Morrissey espera conseguir fazer sua performance no programa Jimmy Kimmel Live, marcada para 26 de fevereiro. O próximo show na agenda do músico é no dia seguinte, 27, em São Diego.

O antigo vocalista do The Smiths é abertamente vegetariano: a banda intitulou o disco deles de 1985 de Meat Is Murder, e o vocalista disse que, no ano passado, o Coachella ofereceu um festival sem carne no cardápio do festival se o grupo se reunisse para fechar uma das noites de shows.