Morrissey “quase morreu” por causa dos problemas de saúde que teve este ano

O ex-frontman do Smiths teve uma pneumonia dupla, uma úlcera hemorrágica e síndrome de Barrett (caracterizada por uma mudança nas células do esôfago)

Redação Publicado em 06/07/2013, às 16h44 - Atualizado às 17h00

Morrissey
AP

Morrissey contou em uma entrevista ao jornal chileno La Tercera que quase morreu por causa dos vários problemas de saúde que teve este ano.

Galeria: os 15 insultos mais polêmicos de Morrissey.

O ex-frontman do Smiths teve uma pneumonia dupla, uma úlcera hemorrágica e síndrome de Barrett (caracterizada por uma mudança nas células do esôfago). Sua condição precária de saúde fez com que ele cancelasse uma série de shows.

"Foi terrível”, contou ele. “Eu tinha me apresentado em janeiro em Ohio e estava tudo perfeito. Na noite seguinte, no hotel, eu passei mal, perdi a consciência e, quando me recuperei, estava todo coberto por um sangue negro e não sabia o que era”.

Ele continuou: “Eu passei mais de quatro semanas tomando soro, mas recusei uma transfusão de sangue. Consegui fazer mais alguns shows nos Estados Unidos, mas quando cheguei ao México, os médicos me mandaram parar. Não poder terminar a turnê foi devastador, mas os médicos me alertaram: ‘há algumas semanas, você quase morreu e agora vem dizer que fará mais 18 shows? Está tentando se matar?’ Aliás, eu acho que isso era o que estava fazendo.”

A morte não preocupa o músico, que ainda afirmou na entrevista que “seria melhor para ele morrer no palco no que em um sofá coberto de migalhas de pão”

Agora recuperado, Morrissey se prepara para voltar ao Brasil. Saiba mais.