Morrissey veste camiseta ofensiva e partidária contra o jornal The Guardian durante show em Los Angeles; veja

O ex-líder dos Smiths já havia criticado o tablóide britânico no passado, chamando-o de "papel de ódio miserável"

Redação Publicado em 28/10/2019, às 11h20

None
Morrissey (Foto: Marco Ugarte/AP Photo)

No último sábado, 26, Morrissey se apresentou no Hollywood Bowl, em Los Angeles, vestindo uma camiseta com a frase "Foda-se o [jornal] The Guardian", semanas depois de descrever o tablóide como "a voz de tudo o que existe de errado no Reino Unido."

+++ Leia mais: Para Morrissey, manifestantes de esquerda em seu show foram "golpe" da imprensa

O cantor de 60 anos, que expressou seu apoio ao partido de extrema-direita e anti-islâmico For Britain, vem atacando cada vez mais o The Guardian nos últimos meses.

Em maio, o ex-vocalista dos Smiths disse que há uma "campanha de ódio inesgotável" contra ele no jornal, implorando a todos: "Por favor, não comprem este papel de ódio miserável."

Já em julho, Stewart Lee, comediante e ex-fã de Morrissey, escreveu no The Guardian que a melhor maneira de lidar com o cantor era simplesmente parar de ouvi-lo: "De repente, eu não queria mais Morrissey em minha casa. E eu não conseguia imaginar nenhuma circunstância em que o ouviria novamente."

O músico Billy Bragg também condenou Morrissey por compartilhar um vídeo de um canal do YouTube que argumentava que oas líderes britânicos estavas usando o Stormzy para promover o multiculturalismo em detrimento da cultura branca.

Veja Morrissey com a camiseta "Fuck The Guardian" abaixo (Foto: YouTube/Reprodução):