A morte de Jimi Hendrix: site revela as últimas palavras de um dos maiores guitarrista de todos os tempos

Antes de tomar muitas pílulas para dormir, o músico escreveu um poema para Monika Dannemann, com quem ele namorava na época

Redação Publicado em 23/07/2020, às 14h33 - Atualizado às 14h34

None
Jimi Hendrix (Foto: Bruce Fleming / AP)

Jimi Hendrix entrou para o "Clube dos 27" quando morreu numa reviravolta chocante de eventos. No entanto, antes de partir, ele deixou um poema que mostrava o que ele estava sentindo naquele dia fatídico.

+++LEIA MAIS: A morte de Jimi Hendrix: como circunstâncias obscuras levaram o maior guitarrista de todos os tempos

Geralmente se considera que, em 18 de setembro de 1970, ele tenha passado a maior parte do dia com sua última namorada, a pintora alemã Monika Dannemann. Segundo ela (via Daily Express), os dois passaram a noite no apartamento dela em Londres. Dormiu por lá. Ela o encontrou em coma de manhã e chamou uma ambulância, que levou para o Hospital St. Mary Abbot's, mas foi declarado morto às 11h45.

Mais tarde, Dannemann revelou que Hendrix havia tomado muitas pílulas para dormir (mais do que a dosagem que lhe fora prescrita).

No dia 21 de setembro, três dias depois do acontecido, Eric Burdon, com quem Hendrix se apresentou pela última vez, foi ao ar em um telejornal da BBC, ressaltando que o guitarrista "se matou." No dia anterior, disse à Rolling Stone EUA que sabia disso pois Hendrix deixou um "bilhete de suicídio" que Burdon manteve consigo. 

+++ LEIA MAIS: As Sessões de Blues Perdidas de Jimi Hendrix 

"O poema tem coisas que Hendrix já vinha dizendo, mas que ninguém escutava", explicou Burdon. "Foi um bilhete de 'adeus' e um de 'olá'. Não acho que Jimi tenha cometido suicídio do jeito convencional, só decidiu ir embora quando quis [...] Sabia que ele estava mal há um ano."

Segundo o jornal The Guardian, as últimas palavras do músico foram: "Preciso muito de ajuda, cara."

Evidentemente, ele sabia que estava em perigo, mas, no final das contas, não pôde ser salvo. Algumas pessoas, contudo, acreditam que Hendrix estava tentando enviar uma mensagem adicional, pois encontraram um poema em seu leito de morte.

Como noticiado pelo Daily Express, relatos indicam que as últimas palavras do poema foram: "A história da vida é mais rápida que um piscar de olhos. A história do amor é 'olá' e 'adeus', até nos encontrarmos novamente."

+++ LEIA MAIS: Jimi Hendrix do início ao fim: como o jovem James se tornou o gênio da guitarra 

No livro de Tony Brown, Jimi Hendrix: The Final Day, ele revela que Hendrix havia entregado o poema a Danneman, dizendo: "Quero que você guarde esse [poema] para sempre [e] lembre-se de tudo o que está escrito."

"É uma história sobre nós dois", ele acrescentou.

 


+++ FREJAT: O DESAFIO É FAZER AS PESSOAS SABEREM QUE O DISCO EXISTE