Morte do Capitão América e mais: 6 momentos que a Marvel mostrou ser tão pesada e sombria quanto a DC nas HQs [LISTA]

Mais leve que a DC? Separamos situações nas quais a Marvel mostra que também sabe muito bem chocar os leitores

Redação Publicado em 10/11/2019, às 15h00

None
Kraven, vilão do arco A Última Caçada (Foto:Reprodução)

Desfechos de arcos narrativos em histórias em quadrinhos costumam pender para finais positivos, nos quais o bem vence o mal, o herói sai vitorioso e o vilão aprende uma lição valiosa (só para depois retornar em busca de vingança e com novos motivos para apanhar novamente).

Mas apesar do destino final contemplar a paz, nem que seja parcial, a estrada para esse encerramento nem sempre é isenta de tragédias, perdas, sacrifícios e até traumas. E apesar da fama de contar histórias mais leves que a DC Comics, a Marvel também soube chocar os leitores das HQs em incontáveis momentos relatados ao longo dos anos.

Para provar que a gigante dos quadrinhos tem potencial de surpreender com tons e acontecimentos bem sombrios, separamos seis momentos da Marvel nos quais os fãs foram pegos desprevinidos e ficaram sem reação frente ao rumo tomado pelas coisas.

E, obviamente, o texto a seguir contém spoilers de várias histórias que foram contadas ao longo dos anos no universo dos quadrinhos da Marvel.

A morte do Capitão América

O final do arco da Guerra Civil já foi, por si só, surpreendente e impactante para o universo da Marvel. E esses fatores foram intensificados ainda mais pela morte de ninguém menos que do Capitão América.

Mas não para por aí. Antes de deixar os leitores se recuperarem do choque que foi a perda de Steve Rogers, a história joga mais uma bomba: o herói foi assassinado por uma Sharon Carter sob os efeitos de uma lavagem cerebral e que, consequentemente, atirou naquele por quem já havia se envolvido romanticamente.


A morte do Professor Xavier em Vingadores vs X-Men

Mais um momento no qual um personagem importante e querido pelos fãs perde a vida. É isso mesmo: no fim do arco Vingadores vs X-Men, é Charles Xavier, mais conhecido por ser o fundador e mentor do grupo de mutantes, quem morre.

E assim como no caso do Capitão América, o responsável pela tragédia é um personagem diretamente ligado ao Professor Xavier, e alguém que os fãs jamais diriam ser capaz de tal atrocidade: Ciclope, um dos primeiros alunos (e um dos mais promissores) da escola. 


Fênix Negra e a extinção de uma raça alienígena 

A saga inteira da Fênix Negra pode ser considerada bem sombria e repleta de momentos surpreendentemente chocantes, mas dois deles chamam atenção pelo peso que carregam.

O primeiro deles chega logo no começo da história, quando Jean Grey perde completamente o controle dos poderes dela. E o que resulta desse surto? Nada mais, nada menos que a extinção completa de uma raça alienígena.

O segundo é, obviamente, o final do arco: Jean, assustada ao perceber todo o mal que é capaz de fazer, se sacrifica para evitar mais tragédias.


Kraven x Homem-Aranha

A Última Caçada de Kraven é considerada por muitos uma das maiores e melhores histórias do Homem-Aranha. Publicada em 1987 como um esforço coletivo entre o roteirista J.M. DeMatteis e o artista Mike Zeck, o arco também não fugiu de momentos pesados.

O vilão titular consegue fazer o inimaginável: atirar no aracnídeo e simplesmente enterrá-lo vivo! Para completar, Kraven faz tudo isso sem que ninguém perceba e, em seguida, assume o lugar de Peter Parker como o amigo da vizinhança.


Invasão Secreta

Em Invasão Secreta, também conhecida como Invasão Skrull, a raça de aliens que aparece no título do arco é responsável por instaurar um caos surpreendente entre todos os personages do universo Marvel.

Com a habilidade de mudar de forma, e um plano maligno em mente, os Skrull trocam de lugar com vários heróis, o que gera intrigas e incontáveis brigas entre os protetores da Terra, já que ninguém sabe de fato quem é impostor, e quem não é. 

Dizem que o melhor jeito de quebrar o sistema, é por dentro, não é? E foi exatamente isso que eles fizeram.


A morte de Gwen Stacy

Infelizmente, nem sempre o herói consegue salvar a mocinha, e a morte de Gwen Stacy chocou os fãs do Homem-Aranha não apenas por ter subvertido essa "regra" narrativa das HQs, mas também pela forma como aconteceu.

Gwen é capturada pelo Duende Verde e, em um determinado momento, o vilão a arremessa de uma ponte. Para salvá-la, o herói consegue atirar um fio de teia que prende na roupa dela e a segura da queda, mas o tranco gerado por isso, ao invés de salvar uma vida, quebra o pescoço dela.

Não é explicado se a namorada loira do Peter Parker já estava morta quando foi jogada, ou se de fato perdeu a vida por causa da tentativa falha de resgate, mas sem dúvida alguma esse momento traumatizou e ficou gravado bem fundo nas memórias do aracnídeo.