Mostra exibe a obra do cineasta francês Éric Rohmer em São Paulo com ingressos a R$ 1

Documentários realizados para a TV francesa na década de 60 e três filmes integram a programação de Rohmer, o Homem e Suas Imagens

Redação Publicado em 09/06/2013, às 11h41

Eric Rohmer, em 2001
AP

Hoje considerado um dos principais diretores franceses do pós-guerra, Éric Rohmer demorou para ser reconhecido. Enquanto François Truffaut e Jean-Luc Godard gozavam da fama, o cineasta e diretor ainda não tinha a obra devidamente compreendida – algo que só mudou em 1969, quando Minha Noite Com Ela foi indicado à Palma de Ouro, em Cannes, e, nos anos seguintes, ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro (1970) e Melhor Roteiro (1971).

Foi o trabalho dele para a TV francesa, realizado durante a década de 60, que ajudou a moldar as técnicas que Rohmer iria exibir no resto da carreira, até a sua morte, em 2010, aos 89 anos. E é justamente este o foco da mostra Rohmer, o Homem e Suas Imagens, que será realizada no Centro Cultural São Paulo, entre os dias 11 a 23 de junho.

O acervo da exibição traz oito documentários criados pelo francês para o Centre National de Documentation Pédagogique (CNDP) entre 1964 a 1969. Neles, Rohmer fez experimentações enquanto tratava de temas relacionados às imagens de forma didática.

Conhecido por dar ênfase aos diálogos entre os personagens, Rohmer dirigiu seu último filme em 2007. Trata-se de Les amours d'Astrée et de Céladon, cujo elenco conta com Andy Gillet e Cécile Cassel, irmã do ator Vincent Cassel. Este longa e outros dois, Os Amores de Perceval, o Gaulês (1978) e O Agente Triplo (2004), não tiveram lançamento comercial no Brasil e completam a mostra.

Para a programação completa, visite o site do Centro Cultural São Paulo.

Rohmer, o Homem e Suas Imagens

De 11 a 23 de junho

Centro Cultural São Paulo – R. Vergueiro, 1.000 – Paraíso

Ingresso: R$ 1

Informações: pelo telefone (11) 3397-4002