Mulher de Champignon é liberada do hospital

Claudia Campos, grávida de cinco meses, entrou em estado de choque após o suicídio do músico

Redação Publicado em 09/09/2013, às 10h48 - Atualizado às 16h25

A esposa de Champignon publicou esta imagem poucas horas antes da morte do músico
Reprodução / Facebook

Claudia Bossle Campos, mulher de Champignon, foi levada para o hospital durante a madrugada desta segunda, 9, em estado de choque, após o marido ter cometido suicídio no apartamento do casal, em São Paulo. Por voltas das 7h, Claudia, que está grávida de cinco meses, foi liberada no Hospital Metropolitano, na região da Lapa.

10 músicas do Charlie Brown Jr. em que o destaque é o baixo marcante de Champignon.

Segundo informações do portal G1, Cláudia foi socorrida por um vizinho logo após o tiro que colocou fim à vida do baixista do Charlie Brown Jr. “Ela estava abalada, gritando, só gritava”, disse o corretor de imóveis Alexandre Benaion. “Eu ouvi um tiro, fui ver o que era e o rapaz já estava caído, cheio de sangue.” Ainda segundo Benaion, Claudia dizia: "Amor, você não fez isso".

Claudia Bossle Campos era a segunda mulher de Luiz Carlos Leão Duarte Junior, mais conhecido como Champignon, de 35 anos. De um primeiro relacionamento o músico deixa também uma filha de sete anos.

“Hoje perdi mais um irmão e o Brasil, um grande baixista”, lamenta Júnior Lima.

A tragédia acontece pouco mais de seis meses depois da morte de Alexandre Magno Abrão, 42, o Chorão, vocalista do Charlie Brown. Depois de Chorão ter sido vítima de uma overdose, os integrantes remanescentes do grupo terminaram o disco Família 013, previsto para sair este ano, e formaram outra banda, A Banca.

Vivendo no limite e buscando incessantemente respostas, Chorão alcançou o sucesso, colecionou fãs e propagou mensagens. Mas nada foi suficiente para que ele conseguisse salvar a si próprio.

Champignon já havia deixado de maneira conturbada o Charlie Brown. Em seguida, ele montou o grupo Nove Mil Anjos ao lado de Junior Lima, Péricles Carpigiani e Peu Sousa, ex-guitarrista de Pitty, que cometeu suicídio em maio deste ano. Após o término da banda, o baixista se reconciliou com o Chorão e voltou ao Charlie Brown.

Em setembro do ano passado, Chorão brigou com o músico no palco de um show em Apucarana. Dias mais tarde, a dupla publicou um vídeo pedindo desculpas aos fãs. Veja abaixo (o pedido de desculpas começa a partir de 5'42").

Champignon era vocalista da banda A Banca.