Mulher de Ron Ely, intérprete de Tarzan na década de 1960, é esfaqueada pelo filho do casal

As autoridades acreditam que ator esteja seguro depois que o suspeito foi baleado e morto

Redação Publicado em 17/10/2019, às 11h59

None
Ron Ely, o primeiro Tarzan da televisão (Foto: AP Photo/Reed Saxon, File)

Na noite da última terça, 15, a esposa de Ron Ely, intérprete de Tarzan na série homônima da BBC, transmitida na década de 1960, foi encontrada morta na residência do casal, em Santa Bárbara, no Sul da Califórnia.

Segundo as autoridades locais, o corpo de Valerie Lundeen Ely, de 62 anos, apresentava múltiplas feridas de faca. Não há informações de que Ron Ely tenha sofrido algum ferimento.

A polícia também revelou ao TMZ que recebeu um chamado de emergência no qual Cameron Ely, filho do casal, dizia - sem fôlego e chorando - que o pai tentou atacar a mãe.

Conversando com o artista, identificaram Cameron, de 30 anos, como principal suspeito. Ele foi encontrado na parte externa da casa e representava uma ameaça aos agentes. Em seguida, quatro deles dispararam contra o homem e o mataram.

Ron Ely, de 81 anos, é mais conhecido por estrelar a série Tarzan, da NBC, que foi ao ar entre 1966 e 1968. Posteriormente, ele também atuou como protagonista no filme Doc Savage: O Homem de Bronze, de 1975.