Mulher-Maravilha 1984: Filme de Patty Jenkins teve apenas uma cena deletada

Longa estreou em dezembro de 2020

Redação Publicado em 02/01/2021, às 11h00

None
Gal Gadot em Mulher-Maravilha (Foto: Warner/Reprodução)

Mesmo com críticas destoantes entre si, Mulher-Maravilha 1984 está dando o que falar. A produção, estrelada por Gal Gadot, se tornou a maior bilheteria da pandemia de coronavírus. Recentemente, em entrevista ao Collider, a diretora Patty Jenkins falou sobre a única cena deletada do longa. A informação é do Screen Rant.

Nos Estados Unidos, Mulher-Maravilha 1984 estreou simultaneamente nos cinemas e no HBO Max. Inclusive, a sequência foi o filme mais reproduzidos no streaming, superando Hamilton e Soul. Além disso, na última quarta, 31, o longa atingiu a marca de US$ 100 milhões na bilheteria.

+++LEIA MAIS: Em AmarElo - É Tudo Para Ontem, Emicida e Fióti dão aula de ficar para história - de fazer preto se orgulhar e branco pensar [ENTREVISTA]

Durante a conversa com o Collider, Patty Jenkins falou sobre como ela prefere filmes com ritmo lento, e se ela fizesse uma versão mais longa do filme, como uma versão da diretora, acrescentaria apenas dez minutos. Ela também falou de como mostra filmes mais velhos e lentos para o filho, com o intuito de mostrar para ele que não há nada de errado com um tempo de execução mais longo. 

Sobre a única cena deletada, a cineasta afirmou: "Eu não cortei muitas cenas neste filme. Cortei apenas partes das cenas. A única cena que consigo pensar que cortamos foi Steve e Diana chamando um táxi do lado de fora do Museu de História Natural para chegar ao Black Gold. Essa é a única cena real que acho que cortamos."


+++SHOWS QUE PERDEMOS EM 2020 | ROLLING STONE BRASIL

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes