Muse revela data de lançamento do novo disco Drones

Álbum chega às lojas em 8 junho, dia em que o trio inicia turnê no Reino Unido

Redação Publicado em 11/03/2015, às 16h12 - Atualizado às 17h25

Capa de Drones, sétimo álbum do Muse

Ver Galeria
(3 imagens)

Após revelar o título e diversos vídeos das gravações de Drones, o Muse divulgou nesta quarta, 11, a data de lançamento e a capa do sétimo disco de inéditas da carreira. Drones chega às lojas em 8 de junho, mesmo dia em que o trio dá início a uma turnê – intitulada Psycho UK Tour – pelo Reino Unido.

20 anos de Muse: a carreira contada em videoclipes.

A informação foi dada pela página oficial da banda no Facebook, que também revelou a capa (foto acima) do novo álbum. Ilustração e design do encarte foram produzidos pelo artista Matt Mahurin – que já trabalhou com Ramones e Ozzy Osbourne.

O Muse também confirmou que a primeira faixa do álbum, “Psycho”, sairá na próxima quinta, 12, para quem comprar Drones na pré-venda. Já o single “Dead Inside” será lançado na semana do dia 23 de março, segundo o comunicado.

Lembre como foi o show do Muse no Lollapalooza 2014

“Para mim, Drones são metáforas de psicopatas que permitem um comportamento psicopata sem volta”, escreve o líder do Muse, Matt Bellamy, no site oficial do grupo, sobre o conceito do álbum. “O mundo é liderado por Drones que utilizam Drones para nos transformar em Drones.”

Ele acrescenta: “Este álbum explora a jornada de um ser humano, a começar pelo seu abandono e perda de esperança, passando pela doutrinação dele pelo sistema, para ser um drone humano, e chegando a uma eventual deserção dos opressores.”

Muse encerrou a segunda noite do Rock in Rio 2013; lembre como foi.

O sucessor de The 2nd Law, lançado em 2012, tem produção dos três integrantes do Muse – Bellamy, Christopher Wolstenholme e Dominic Howard – em parceria com Robert John “Mutt” Lange.

Tracklist de Drones

1 – “Dead Inside”

2 – “[Drill Sergeant]”

3 – “Psycho”

4 – “Mercy”

5 – “Reapers”

6 – “The Handler”

7 – “[JFK]”

8 – “Defector”

9 – “Revolt”

10 – “Aftermath”

11 – “The Globalist”

12 – “Drones”

Bellamy também prometeu uma sonoridade mais “pesada” para o sétimo disco da banda. A colocação do vocalista mostra uma vontade do grupo de “voltar às raízes”, como ele mesmo já havia comentado em entrevista à Rolling Stone EUA em dezembro de 2013.

“Eu tenho a forte sensação de que o próximo álbum abrirá mão das coisas adicionais com as quais experimentamos nos dois últimos discos, como as batidas eletrônicas, as sinfonias e o trabalho de orquestra. Sinto que será bacana reconectar e relembrar como somos em uma ‘volta ao básico’”, disse ele.