Música inédita de George Harrison é exposta em Londres

Encontrada por Hunter Davies, biógrafo dos Beatles, canção data de 1967 e não traz título; letra escrita à mão pelo músico está em biblioteca inglesa

Da redação Publicado em 09/05/2009, às 11h33

A Biblioteca Nacional do Reino Unido anunciou a exposição do manuscrito original de uma música inédita do ex-Beatle George Harrison. O papel com a canção, escrita em 1967 e sem título, foi encontrado por acaso no chão do estúdio Abbey Road pelo escritor Hunter Davies, biógrafo dos Beatles. A informação é da agência Reuters.

Davies achou o "documento" quando recolhia papéis espalhados pelo piso do estúdio. Tudo o que foi encontrado acabou sendo amontoado e guardado como souvenir, e, por pouco, não foi jogado fora.

Morto em 2001 em decorrência de um câncer, Harrison tinha por volta de 24 anos quando escreveu a música. Na época, o Fab Four se dedicava às sessões de gravação do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band.

Por conta de um rascunho escrito no verso da folha, mostrando indicações de como chegar à casa de campo do empresário Brian Epstein, em Sussex, conclui-se que o guitarrista compôs a letra antes de agosto de 1967: a caligrafia do esboço é do próprio empresário, e sua morte data do dia 24 daquele mês.

Apesar dos detalhes averiguados, não há registros de qualquer gravação da música. Abaixo, segue trecho dos versos encontrados, traduzidos para o português:

"Fico feliz por dizer que é apenas um sonho

Quando topo com pessoas como você,

É apenas um sonho, e você o torna obsceno

Com as coisas que você pensa e faz.

Você é tão inconsciente da dor que carrego

E tem ciúmes pelo que não pode fazer.

Há momentos em que sinto que não há esperança para você

Mas também sei que isso não é verdade."