Musical de Jagged Little Pill, disco de Alanis Morissette, entra em cartaz em 2018

A vencedora do Oscar, Diablo Cody, escreveu o roteiro para o espetáculo, que estreia nos Estados Unidos

Rolling Stone EUA Publicado em 30/05/2017, às 14h56 - Atualizado às 15h54

AMADURECIDA Alanis diz não se apegar mais à dor do amor

Ver Galeria
(3 imagens)

Um novo musical baseado no disco Jagged Little Pill, que Alanis Morissette lançou em 1998, estreará no American Repertory Theater em Cambridge, no estado norte-americano de Massachusetts.

O espetáculo incluirá sucessos de Jagged Little Pill como “Ironic” e “You Oughta Know”, além de músicas do restante da discografia de Alanis. Diablo Cody, roteirista vencedora do Oscar, encarregou-se do projeto, com o auxílio da própria Alanis. O musical gira em torno de uma família contemporânea e multi-geracional que lida com questões como identidade de gênero e raça.

“Estou muito animada por contar uma história moderna através dessas músicas icônicas”, Diablo disse em um comunicado. “A música de Alanis é recheada de narrativas poderosas que se incorporam organicamente a esse processo.” A direção é de Diane Paulus, vencedora do Tony. O compositor Tom Kitt, vencedor do Tony e Pulitzer, criou as orquestrações e arranjos.

“Esse time que se uniu para o musical de Jagged Little Pill é meu sonho do teatro musical tornado realidade”, Alanis disse. “A química entre todos nós é notável e eu me sinto honrada em poder mergulhar nessas músicas novamente, cercada por todos esse talentos grandiosos. Diablo e Diane já estão levando essas canções extremamentes pessoais, que são parte do núcleo da minha alma, a um outro nível de esperança, liberdade e complexidade.”

O musical de Jagged Little Pill foi anunciado pela primeira vez em 2013, com apenas Alanis, Kitt, o veterano da Broadway Vivek J. Tiwary e o produtor Arvind Ethan David no projeto na época. Jagged Little Pill, o disco, já vendeu mais de 33 milhões de cópias e rendeu o Grammy de Álbum do Ano a Alanis.