Músico do Mumford & Sons anuncia pausa após elogiar ícone de direita

Winston Marshall elogiou livro do jornalista de direita Andy Ngo e foi criticado pelos fãs da banda

Redação Publicado em 10/03/2021, às 13h07

None
(Foto: Jo Hale/Redferns/Getty Images)

Nesta semana, Winston Marshall, tocador de banjo e guitarrista principal do Mumford & Sons, irritou os fãs da banda ao parabenizar publicamente o jornalista e ícone de direita Andy Ngo pelo livro Unmasked. Após a polêmica, o músico anunciou pausa na carreira. 

Através de seus perfis nas redes sociais, Winston Marshall comunicou que vai "tirar um tempo" da banda Mumford & Sons devido às duras críticas que recebeu dos fãs. 

+++LEIA MAIS: John Dolmayan, do System of a Down, diz que foi 'cancelado' por ser de direita - e criticou Black Lives Matter

"Nos últimos dias, passei a compreender melhor a dor causada pelo livro que endosso. Não ofendi apenas muitas pessoas que não conheço, mas também aqueles mais próximos de mim, incluindo meus companheiros de banda e por isso eu realmente sinto muito", escreveu o músico no comunicado. 

Winston continuou: "Como resultado de minhas ações, estou tirando um tempo da banda para examinar meus pontos cegos. Por enquanto, saiba que percebo como meus endossos têm o potencial de serem vistos como aprovações de comportamentos odiosos e divisivos. Peço desculpas, já que essa não era de forma alguma a minha intenção." 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Winston Marshall (@winstonmarshall)

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

De acordo com o The Hollywood Reporter, o livro Unmasked, de Andy Ngo, promove levar o leitor "para dentro do plano radical da Antifa [movimento de grupos de esquerda que se opõem ao fascismo] para destruir a democracia". 

No tuíte elogioso que já foi deletado, Winston Marshall escreveu ao jornalista e escritor de direita: "Finalmente tive tempo para ler o seu livro. Você é um homem corajoso". 

+++LEIA MAIS: Antes de meme e ícone da extrema-direita, Pepe foi protagonista de HQ


+++ HAIKAISS: 'O TRAP TAMBÉM PASSA UMA MENSAGEM CONSCIENTE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL