Não existe cenário que ir ao cinema seja ‘seguro’, revelam cientistas

Os pesquisadores garantiram que é uma 'exposição perigosa' durante a pandemia de coronavírus

Redação Publicado em 19/08/2020, às 15h09

None
Sala de Cinema (Foto: Cinemark/Divugalção)

Especialistas alertaram as pessoas sobre os riscos de ir aos cinemas durante a pandemia do coronavírus, e afirmam que “nenhum cenário” é seguro. As informações são da NME. 

+++LEIA MAIS: Pesquisa indica que apenas um terço dos moradores dos EUA pretende ir aos cinemas quando reabrirem em 2020

A Dra. Anne W. Rimoin e o Dr. Abdul El-Sayed, ambos epidemiologistas e pesquisadores de doenças emergentes, afirmaram que ir ao cinema é a "última coisa" a se fazer neste momento, especialmente porque as pessoas deveriam estar “evitando áreas internas”, via NME

Ao AV Club, via NME, a Dra. Rimoin disse: "O que as pessoas precisam entender é que realmente não existe um cenário de risco zero durante a pandemia de coronavírus. Estamos aconselhando as pessoas a não interagir com outras além da família ou da bolha doméstica, a menos que seja absolutamente necessário, e é para limitar reuniões de mais de 10 pessoas em qualquer espaço e evitar áreas internas."

+++ LEIA MAIS: Como os cinemas vão sobreviver ao isolamento social e à crise do novo coronavírus?

"E definitivamente ninguém deveria estar em uma área interna onde tiraria a máscara, nem mesmo para comer. Os cinemas têm tudo isso", completou a Dra.Rimoin. Dr. El-Sayed acrescentou que é uma “exposição perigosa”.

“Sou um grande fã de filmes, que são uma ótima maneira de se divertir e escapar do mundo - o que precisamos, especialmente agora. Mas ir ver um filme em um cinema interno, é a última coisa que eu faria agora”, concluiu o Dr. El-Sayed

+++ LEIA MAIS: Cinemas só devem voltar ao normal em 2022, diz CEO do Cinemark

Em julho, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou obrigatório o uso de máscara nos cinemas. Isso aconteceu após o Cineworld lançar uma petição em junho com o objetivo de tornar as máscaras obrigatórias durante a pandemia do coronavírus. No entanto, os cinemas haviam sido autorizados a abrir sem a necessidade de cumprir esta recomendação. 

Os cinemas do Reino Unido receberam a permissão para reabrir a partir de 4 de julho, como parte das medidas introduzidas pelo governo para facilitar o bloqueio do coronavírus. 


+++ DECLACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'