China aprova vacinação de crianças maiores de 3 anos com a Coronavac

Com o anúncio, a China se tornou o primeiro país a autorizar a vacinação de crianças contra Covid-19

Redação Publicado em 09/06/2021, às 12h49

None
Vacinação contra a Covid-19 (Foto: David Greedy / Getty Images)

A China aprovou vacinação de crianças e adolescentes entre 3 e 17 anos com as doses do imunizante Coronavac. Yin Weidong, diretor da SinoVac, farmacêutica responsável por desenvolver a vacina, divulgou a informação na sexta, 4 de junho.

Segundo matéria da Jovem Pam, o anúncio torna a China o primeiro país a aprovar vacina em crianças. “Centenas de casos mostraram que, após a vacinação, o grupo [de 3 a 17 anos] é tão seguro quanto o grupo de adultos de 18 anos”, disse o diretor da SinoVac à CCTV.

+++LEIA MAIS: SinoVac pediu fim de ataques de governo Bolsonaro à China para evitar atraso de insumos da Coronavac

Apesar da autorização, o início da vacinação em crianças ainda não tem nada para começar. O executivo da farmacêutica afirmou que os resultados dos testes serão publicados na revista The Lancet.

Na terça, 8 de junho, a Pfizer também anunciou a ampliação de menores de 12 anos nos testes da vacina contra Covid-19. Com isso, até 4,5 mil crianças e adolescentes de centros clínicos dos Estados Unidos e Europa farão parte do estudo.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro sobre vacina contra Covid-19: ‘O tempo todo o pessoal enchendo’ 

Segundo o G1, os testes serão feitos em duas doses de 10µg (microgramas) em crianças entre 5 e 11 anos de idade, e de 3µg para bebês e crianças de 6 meses a 5 anos. A vacina da Pfizer já está autorizada para ser aplicada em quem tem 12 anos ou mais na Europa, Estados Unidos, Reino Unido e Canadá - e a dose é a mesma da imunização dos adultos: 30µg.


+++ URIAS: 'AS PESSOAS ESTÃO COMEÇANDO A ENTENDER MAIS DE MIM' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL