Nas é processado e pode pagar até US$ 10 milhões a produtor sequestrado na Angola

Patrick Allocco afirma que foi mantido em cativeiro durante 50 dias depois que o rapper cancelou viagem ao país

Redação Publicado em 25/12/2012, às 13h57 - Atualizado às 14h00

Nas
Divulgação / Site Oficial

Patrick Allocco, um produtor angolano de shows, está processando o rapper Nas em até US$ 10 milhões por julgá-lo culpado de seu sequestro em dezembro do ano passado. Segundo ele, tudo aconteceu porque o rapper nova-iorquino se recusou a se apresentar no país mesmo após tendo recebido o dinheiro do contratante. As informações são do site TMZ

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Allocco garante que pagou US$ 300 mil e que o cancelamento do rapper fez com que outro produtor local o mantivesse em cativeiro durante 50 dias. Neste período, segundo testemunhou em processo aberto no dia 21 de dezembro de 2012, ele foi maltratado e sofreu danos físicos e psicológicos.

Nas, por sua vez, afirma que recebeu o dinheiro, mas que o pagamento foi feito em cima da hora e impossibilitou a viagem do rapper. Ele também garante que devolveu o montante transferido.