Neil Young critica a rede de cafés Starbucks em primeira faixa de novo álbum

"Rock Starbucks" faz parte de The Monsanto Years, disco protesto contra a fabricante de agrotóxicos

Redação Publicado em 25/05/2015, às 11h09 - Atualizado às 12h05

Neil Young.
AP/John Locher

A megarrede de cafeterias Starbucks é o alvo da primeira música divulgada de The Monsanto Years, futuro álbum de Neil Young em parceria com o grupo Promise Of The Real, composto por Lukas e Micah Nelson, filhos de Willie Nelson. O registro terá canções de protesto contra a empresa agrícola Monsanto e outras redes que usam materiais fornecidos por ela.

Galeria: as mais polêmicas, absurdas e ultrajantes autobiografias do rock; entre elas, a de Neil Young.

O telejornal independente Democracy Now! divulgou um trecho de "Rock Starbucks", cuja letra critica as empresas em questão pelo uso de ingredientes geneticamente modificados, os chamados transgênicos.

Veja e ouça:

“Sim, eu quero um copo de café, mas eu não quero transgênicos. Eu gosto de começar meu dia sem ajudar a Monsanto. Deixem nossos fazendeiros criarem o que eles quiserem criarem”, são alguns dos versos da canção.

Relembre grandes momentos do Woodstock, que completa 45 anos este fim de semana; como o show do CSNY.

A luta entre Young e a empresa se arrasta por anos. Em 2014, o músico propôs um boicote aos cafés da rede Starbucks devido a relação entre a rede e a empresa Monsanto em um processo legal envolvendo o estatuto de utilização de ingredientes geneticamente modificados no estado norte-americano de Vermont.

Neil Young e Jimmy Fallon (imitando Neil Young) tocam “Old Man”; assista.

The Monsanto Years será lançado em 16 de junho. Pouco antes do álbum chegar às lojas, Neil Young sairá em turnê nos EUA com o Promise Of The Real, acompanhado também do grupo Band Of Horses.