Neil Young lançará disco que mistura performances ao vivo com sons de animais

“Fizemos um disco ao vivo em que toda criatura do planeta decidiu aparecer”, diz o canadense sobre Earth, que terá 98 minutos de música ininterrupta

Rolling Stone EUA Publicado em 28/04/2016, às 17h50 - Atualizado às 18h26

Neil Young durante show com a Crazy Horse, em 2013
Press Association/AP

O próximo disco de Neil Young, Earth (nas lojas em 17 de junho) é um dos lançamentos mais não convencionais do catálogo dele. Um trabalho de 98 minutos ininterruptos, com 11 músicas, incluindo faixas apresentadas na turnê dele com o Promise of the Real e sons da Terra.

“Nosso reino animal está bem representado na plateia”, diz Young no comunicado, enviado à imprensa, que anunciou o álbum. “E os animais, insetos, pássaros e mamíferos na verdade se sobressaem à performance das músicas algumas vezes.”

As músicas vêm de toda a carreira de Young, com foco maior no meio ambiente. Eles incluíram “After the Goldrush”, “Love & Only Love”, “Vampire Blues”, “Hippie Dream”, “Mother Earth” e “Western Hero” junto a quatro faixas do disco de 2015 de Young com o Promise of the Real, The Monsanto Years. Há ainda uma música inédita que eles tocaram na turnê do ano passado, “I Won’t Quit”.

LEIA TAMBÉM

[Discografia Selecionada] 70 anos de Neil Young

[Lista] Ouça dez grandes sucessos de Neil Young

[Flashback] Neil Young e a Crazy Horse tocam a épica “Powderfinger”

“Uma das maiores experiências auditivas que eu já tive”, disse o guitarrista do Promise of the Real, Lukas Nelson (filho de Willie Nelson), no Instagram. “Fume um pouco da [maconha de Willie Nelson] Willie Reserve, sente e ouça. “É como se After The Gold Rush fosse uma obra de apenas uma grande música que é este Earth.”

“A qualidade da gravação ao vivo mixada com as camadas de estúdio é excepcional”, continuou Nelson. “É como ouvir/assistir a um filme de Ridley Scott na sua cabeça, ou como quando eu assisti o primeiro Star Wars ou Blade Runner pela primeira vez.”

“Fizemos um disco ao vivo em que toda criatura do planeta decidiu aparecer”, escreveu Young no Facebook. “De repente, todas as coisas vivas da Terra estavam na plateia enlouquecendo. Então eles assumiram o palco, deixando suas sonoridades selvagens se misturarem com a perfeita harmonia do Vanilla Singers.”

No dia 6 de maio, Young irá revelar Earth no Museu de História Nacional de Condado de Los Angeles como parte de um evento An Evening With Neil Young. O músico canadense irá falar sobre o LP e então tocá-lo usando o formato de alta definição que ele criou, o Pono.

Não ficou claro em qual formato Earth será lançado, uma vez que Young já afirmou que o disco não sairá no iTunes. Ele também, recentemente, retirou todo o catálogo dele da maioria dos serviços de streaming (apesar de ainda mantê-lo no Tidal).

Young e o Promise of the Real saíram em nova turnê mundial na noite da última terça, 26, no Whitewater Amphitheater, em New Braunfels, no Texas (EUA). O show contou com a primeira performance da música “Are There Any More Real Cowboys?”, de Old Ways, desde 1993, e a primeira do clássico de On The Beach, “Revolution Blues”, desde 1987.

Tracklist de Earth

1. "People Want to Hear About Love" (de The Monsanto Years)

2. "Big Box" (de The Monsanto Years)

3. "Mother Earth" (de Ragged Glory)

4. "The Monsanto Years" (de The Monsanto Years)

5. "I Won't Quit" (inédita)

6. "Western Hero" (de Sleeps With Angels)

7. "Vampire Blues" (de On The Beach)

8. "Hippie Dream" (de Landing On Water)

9. "After The Gold Rush" (de After The Gold Rush)

10. "Wolf Moon" (de The Monsanto Years)

11. "Love & Only Love" (de Ragged Glory)