Neil Young tentou conversar com Kurt Cobain antes do suicídio; entenda

O músico, porém, não conseguiu entrar em contato com o líder do Nirvana

Julia Harumi Morita Publicado em 17/05/2021, às 13h50

None
Kurt Cobain (Foto: AP Images)

Kurt Cobain e Neil Young tinham uma relação especial, afinal, os dois foram figuras importantíssimas para o surgimento e popularização do grunge. De acordo com o Showbiz CheatSheet, Young foi um tipo de mentor para o líder do Nirvana.

Em 1994, Cobain cometeu suicídio e deixou uma carta, na qual mencionou um trecho de “Hey Hey, My My (Into The Black),” canção do disco Rust Never Sleeps, lançado por Young em 1979.

+++LEIA MAIS: Relembre últimos dias de Kurt Cobain: intervenção, reabilitação e mais [FLASHBACK]

O texto citava os versos “it’s better to burn out than to fade away,” em tradução livre, "é melhor queimar do que desaparecer."

Segundo a NME, Young confessou que a citação causou uma cicatriz nele no livro Waging Heavy Peace(2012). "Quando ele morreu e deixou aquela nota, isso atingiu um acorde profundo dentro de mim. Isso f*deu comigo."

+++LEIA MAIS: Por que Courtney Love foi presa dois dias depois da morte de Kurt Cobain?

Na obra, Young também revelou o desejo de ter conversado com o músico antes da morte. O artista tentou dar um conselho para Cobain sobre a carreira, mas não conseguiu entrar em contato com o músico.

“Eu, coincidentemente, estava tentando entrar em contato com ele. Eu queria falar com ele. Dizer para ele para togar apenas quando tiver vontade,” publicou Young.

+++LEIA MAIS: 27 anos sem Kurt Cobain: relembre a carreira e morte do ex-Nirvana


ATENÇÃO: Aqui no Brasil, o CVV – Centro de Valorização da Vida realiza gratuitamente apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo todas as pessoas que querem e precisam conversar. Contato disponível pelo telefone 188 ou por meios online (e-mail, chat, Skype) com dados disponíveis no site https://www.cvv.org.br/


+++ SUPLA: 'NA ARTE A GENTE TEM QUE SER ESPONT NEO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL