Neon solta as feras na SPFW

Grife de Dudu Bertholini e Rita Comparato põe leão gigante e meninas vestidas de bicho no meio da passarela

Por Anna Virginia Balloussier Publicado em 22/01/2010, às 17h35

O que o grande pano preto encobria, na passarela da Neon, na quinta, 21, dia 5 da São Paulo Fashion, era um leão de proporções colossais, feito de isopor e pintado de preto. Alguns 'óóó" e "olha!" da plateia depois, as modelas começaram a entrar, uma a uma, ao som de "N.I.B.", do Black Sabbath, com roupas que remetem àquelas criações que só Hollywood consegue produzir: a Rita Hayworth dos nossos tempos que, em safári na África ou aventura na Amazônia, mantém maquiagem perfeita e fios todos no lugar - às vezes, metidos em imensos turbantes, do tipo que Dudu Bertholini, estilista da marca e jurado de Brazil's Next Top Model, adora usar.

Na segunda parte do show, as meninas exibem modelos que, se levassem uma lantejoula aqui, outro paetê acolá, poderiam estar em outro tipo de desfile: o das escolas de samba. São roupas que imitam bichos como tucano, morcego, coruja e elefante (esta, com direito a ombreiras gigantes que lembram as orelhas do bicho e dois "chifres" saindo de fora da roupa). Um desfile, literalmente, animal.

"Com toda a crise financeira, as dificuldades do mercado... A moda virou dia da caça e do caçador!", explicou ao site da Rolling Stone Brasil Dudu Bertholini, codesigner da grife (Rita Comparato completa o time). Quando a ordem financeira, nos fins de 2008, entrou em parafuso, "todo mundo do meio foi afetado", disse o estilista, sem querer especificar suas perdas. Prefere, isso sim, é falar dos ganhos: "Quando uma coisa dessas acontece, todo mundo sofre. Mas trouxe mais benefícios [que prejuízos]. Tivemos mais gestão sobre o trabalho, ficamos mais a par de tudo, sabe?"

Se o estilista - longínquo, na altura e nas madeixas, de jeans ajustado e sapatos rosas com apliques dourados - soltasse sua fera agora? "Ah, bicho preguiça!", diz no imediato pós-desfile. "Mas há meia hora eu era um leão. Precisa ser leão para montar um desfiles desses, meu bem."

"A exuberância é uma característica que vem de dentro. Enfeite, luxo, riqueza... ", Bertholini começa aula improvisada de "como unir humor e elegância". "Se você não tem essa vontade de explodir por dentro..."