Netflix: Streaming planeja expandir as descrições de áudio para mais de 10 línguas; saiba mais

"A intenção é promover inclusão e acessibilidade para todos", revelou Heather Dowdy, diretora de acessibilidade de produtos da Netflix

Emanuela Lemes (sob supervisão de Eduardo do Valle) Publicado em 19/05/2022, às 11h51

Netflix adicionou pop-ups no menu de cada filme, indicando que um título suporta descrição de áudio (AD)
(Foto: Reprodução/Netflix)

Em comemoração ao Dia Mundial de Conscientização sobre Acessibilidade, a Netflix divulgou nesta quinta-feira, 19, os planos para expandir as traduções globais de suas descrições de áudio e legendas para clientes cegos, surdos ou com deficiência auditiva. As informações são da The Variety.

O serviço de streaming pretende aumentar em mais de 10 idiomas os recursos de audiodescrição (AD), legendas para surdos ou deficientes auditivos (SDH) e dublagem ao longo do ano a partir deste mês. O objetivo do projeto é incluir cada vez pessoas com deficiência na plataforma, podendo assim assistir a programas e filmes feitos em outro país em seu idioma local. 

+++ LEIA MAIS: Campus Party 2021: Luiza Caspary ensina fazer arte com inclusão: 'Pessoas com deficiência são consumidores'

Inicialmente, a ampliação será feita nos idiomas francês, espanhol, português, alemão e italiano e, partindo daí, serão inseridos idiomas asiáticos, incluindo coreano e japonês, além de dialetos locais europeus. Essa base será aplicada em todo o catálogo global de produções originais, independentemente de onde o filme ou programa foi feito localmente.

Heather Dowdy, diretora de acessibilidade de produtos da Netflix, comanda o projeto. Dowdy é um CODA - filho de adultos surdos - e aprendeu a linguagem de sinais aos seis meses de idade. “É realmente uma motivação pessoal para mim”, disse ela sobre a iniciativa de acessibilidade intensificada da Netflix. “Costumava ser muito raro quando meus pais e eu podíamos assistir a algo juntos.”

+++ LEIA MAIS: Com Black Alien, Liniker e Drik Barbosa, Coquetel Molotov 2019 foca em inclusão de gênero e acessibilidade

Estamos focados em escala – para continuar a fornecer a qualidade pela qual somos conhecidos, mas em escala. Todo o nosso objetivo é encantar os membros. Trata-se de incluir todos.”

Hoje, a Netflix oferece suporte a mais de 11.000 horas de descrição de áudio, com comentários em áudio adicionais explicando o que está acontecendo na tela para pessoas com deficiência visual - em mais de 30 idiomas. Em novembro, as audiodescrições da Netflix ganharam o prêmio “Game Changer” do American Council of the Blind.

Enquanto isso, cerca de 40% dos assinantes da Netflix usam legendas globalmente. Em seis países, o título número 1 mais assistido na Netflix no mês passado entre aqueles que usaram legendas é a popular série dramática Bridgerton de Shonda Rhimes.

+++ LEIA MAIS: Prime Video: Amazon aumenta preços de planos no Brasil a partir de maio

Com Bridgerton, a Netflix trabalhou com a comunidade cega em diretrizes de audiodescrição para determinar a melhor maneira de representar raça e identidade de gênero na AD. Atualmente, as descrições fornecem informações sobre o tom da pele e a textura do cabelo.

“Essa implementação não teria acontecido sem o feedback da comunidade. É uma descrição melhor do que está acontecendo”, acrescentou Dowdy. Além das traduções de idiomas adicionais, a Netflix também está lançando novos selos em seu serviço para mostrar quais títulos estão disponíveis com AD.