Netflix vai reduzir a qualidade de transmissão de vídeo no Brasil

A medida evita sobrecarga das redes em meio à crise do novo coronavírus

Redação Publicado em 25/03/2020, às 12h19

None
Logo da Netflix (Foto: Reprodução)

De acordo com as informações disponibilizadas pelo Link, suplemento do jornal O Estado de S. Paulo, a plataforma de streaming, Netflix, colocará em prática a política de redução da qualidade de transmissão de vídeos. A medida evita uma possível sobrecarga das redes em meio à crise do novo coronavírus

+++LEIA MAIS: O que os artistas têm feito durante a quarentena?

Na última quarta, 18, a União Europeia (UE) havia solicitado à Netflix e outras plataformas de streaming para reduzirem a definições dos conteúdos. A medida, no Brasil, foi posta em prática nesta segunda, 23, e chegará a todos os usuários nos próximos dias. 

Segundo o comunicado da empresa (via O Estado de S. Paulo), não haverá restrição para o público, por exemplo, quem assiste vídeos em Ultra HD (4K) ou altíssima definição (Full HD, 1080p) continuarão a ter acesso a essa qualidade de vídeo. A ação da empresa, no entanto, age para reduzir as taxas de bits utilizadas na transmissão. 

+++ LEIA MAIS: Conteúdos em alta definição podem prejudicar a internet durante surto de coronavírus; entenda

“Em circunstâncias normais, fazemos diferentes transmissões simultâneas de um único título em cada resolução. O que faremos agora é remover as faixas de frequência com maior fluxo de dados", afirmou Ken Florance, vice-presidente de conteúdo da Netflix

"Quem é muito ligado em qualidade de vídeo pode perceber uma pequena queda na qualidade de cada resolução, mas a entrega ainda será na resolução pela qual o usuário pagou", acrescentou. 

Inicialmente, as medidas serão válidas por um período de 30 dias em todo o território nacional e a Netflix pretende reduzir em 25% o tráfego de internet, assim como outros sites de vídeo: Amazon Prime e YouTube.

+++ LEIA MAIS: Neo-nazistas querem usar coronavírus como arma biológica contra ‘não brancos’

No último domingo, 22, a Globo também anunciou que vai cortar as transmissões em 4K e Full HD dos serviços de streaming, isso inclui os canais Globoplay, Globosat Play, Globoesporte.com, GShow e o site G1. Todos os conteúdos serão exibidos apenas em 720p. Segundo a empresa, isso gera uma economia de 52% no tráfego de dados em um conteúdo com duração de aproximadamente 60 minutos. 

+++LEIA MAIS: As 61 estreias da Netflix em abril de 2020: La Casa de Papel Pt. 4, Forrest Gump, Clube dos Cinco e mais

+++ CORONAVÍRUS: DEVEMOS REALMENTE CANCELAR SHOWS E EVENTOS?