Ney Matogrosso critica Regina Duarte por aceitar cargo de secretária especial de Cultura: 'Foi ingênua'

"Fez um péssimo negócio", opinou o ex-vocalista dos Secos e Molhados

Redação Publicado em 09/03/2020, às 10h24

None
Montagem com Ney Matogrosso (Foto: AP Images / Felipe Dana) e Regina Duarte (Mateus Bonomi / AGIF / via AP Images)

O cantor e compositor Ney Matogrosso disse que ficou "triste" ao assistir a posse de Regina Duarte como secretária especial de Cultura na última semana, pois sabe que a ex-atriz global "foi ingênua" por aceitar o cargo e não fará nada de relevante nele.

+++LEIA MAIS: Regina Duarte deve R$ 319,6 mil em irregularidades com a Lei Rouanet, diz revista

Anteriormente, Regina já vinha sendo alvo da ala bolsonarista radical - e os ataques se intensificaram depois que ela demitiu "olavistas" da Secretaria de Cultura. O próprio "guru" Olavo de Carvalho se arrependeu de apoiá-la. 

Durante uma entrevista ao programa Metrópolis, da TV Cultura, Ney falou exatamente o que pensa: "Regina fez um péssimo negócio [ao assumir a Secretaria de Cultura] do governo de Bolsonaro", disse o ex-vocalista da banda Secos & Molhados.

+++LEIA MAIS: José de Abreu desafia Regina Duarte para debate 'sobre política, cultura, Rouanet' e pergunta: 'Topa, apoiadora de fascista?'

"Ela pode até ter boa vontade, mas não vai conseguir fazer nada sem a abertura do governo. Claro, ela foi ingênua também", concluiu.

 


+++ SESSION ROLLING STONE BRASIL: DELACRUZ - ANESTESIA