Nicolas Cage fica casado por 4 dias e ex-esposa pede pensão

Erika Koike acha justo receber dinheiro do ex-marido, pois relacionamento manchou sua reputação

Redação Publicado em 23/04/2019, às 16h58

None
Nicolas Cage (Foto: Danny Moloshok/Invision/AP)

Uma noite de bebedeira, uma capela em Las Vegas, um casal apaixonado: é uma história quase irreal, e a situação perfeita para um casamento do qual ambas as pessoas vão se arrepender. Aconteceu com Ross e Rachel em Friends, e também aconteceu com Nicolas Cage na vida real.

O ator casou com sua namorada, Erika Koike, no final do mês de março. Mas quando a embriaguez passou, Cage se arrependeu da decisão. Quatro dias depois, pediu pela anulação do casamento; se não fosse possível, um divórcio (o quarto dele).

+++ Solta o riff! Rolling Stone Brasil vai premiar o melhor riff com prêmios exclusivos no Instagram 

A justificativa para anular o casamento, segundo o documento da corte, era que “antes de conseguir a licença para o casamento e participar da cerimônia, ambos estavam bebendo a ponto de ter uma intoxicação.”

Porém, Erika não quer anulação: quer um divórcio formal, pois esse daria direito à uma pensão para ela. Afirma precisar da ajuda financeira pois perdeu diversas oportunidades de trabalho durante o ano em que namoraram, já que o relacionamento “manchou sua reputação.”

Cage continua pedindo pela anulação, e afirma que foi manipulado pela ex-esposa, já que ele nunca chegou a ver o histórico criminal de Erika antes da cerimônia; ela diz que isso não implica em nada, já que ele mostrou que “o relacionamento era legítimo” ao pedir para voltar com ela 12 dias após o pedido do fim do casamento.

Entrevista RS: Di Ferrero fala sobre música pop, vida pós-NX Zero e projeto engavetado com Emicida: