Nikki Reed, da Saga Crepúsculo, supera seus medos com novo EP

Ela gravou o material ao lado do marido, Paul McDonald, finalista da décima temporada de American Idol

Steve Baltin Publicado em 17/11/2012, às 10h30

Nikki Reed
AP

A atriz da Saga Crepúsculo Nikki Reed passou a maior parte de sua vida cantando. "Sempre amei cantar, desde que era criança", Reed conta à Rolling Stone EUA. "Eu cantava no coral e minha mãe ia ver todas as minhas performances. Nós nos apresentávamos em shoppings."

Por causa de seu grande respeito por músicos e suas inseguranças sobre cantar em público, Reed manteve seu talento em segredo durante todos esses anos em Hollywood. Mas quando se casou com o músico Paul McDonald, finalista da décima temporada de American Idol, a música passou a fazer parte de sua vida cotidiana.

"Quando eu e Paul estávamos morando juntos, organicamente cantávamos na sala de estar", ela diz. “Qualquer coisa que ele estivesse fazendo ou cantando, eu cantava junto.”

Agora eles dois levaram tudo para o próximo passo, gravando um EP de cinco faixas, The Best Part. Produzido pelo ex-baterista do Uncle Tupelo e Wilco Ken Coomer, a coleção íntima parece o tipo de coisa doce e minimalista que recém-casados cantariam um para o outro na sala de casa.

"Nossa música é baseada em nós mesmos e na nossa relação, escrevemos um sobre o outro”, diz Reed.

O marido dela concorda: “Queríamos fazer algo orgânico e cru, algo para se sentir bem. Tenho orgulho desse EP."

Eles conseguiram alguma validação quando a música "All I've Ever Needed" foi inclusa na trilha final do filme Crepúsculo. Claro, pode ser que Reed tivesse uma certa abertura com os produtores, mas o casal afirma que a faixa foi tratada da mesma maneira do que qualquer outra inscrição.

"Não temos o costume de sentarmos juntos com um violão, mas fizemos isso para 'All I've Ever Needed,'", conta Reed. "Tinha muita pressão também, porque tínhamos que entregar, então sentamos juntos e fomos trabalhando."

Para Reed, ter a canção na trilha é importante porque ela quer que sua música inspire os fãs jovens da série.

"Eu penso o quão importante é mandar essa mensagem para as pessoas – conquistar seus medos e ter a consciência de que algo é maior que você", ela diz. "Eu posso dizer para as pessoas ‘pegue um lado artístico seu e não tenha medo de transformar isso em algo’.”

Apesar de seu nervosismo – conforme Reed diz, "a única forma como consigo cantar essas músicas é bloqueando todo o resto e pensando no quanto elas significam para mim quando as canto para Paul" – a dupla planeja continuar fazendo música, inclusive consideram uma turnê.

"Vamos voltar para o estúdio e espero faremos mais músicas, porque você não pode fazer uma turnê com 20 minutos de material, a não ser que a gente abra para alguém", diz McDonald. "Mas sim, a gente gostaria de fazer uma turnê, certamente.” Reed diz que topa: "A gente leva uma barraca, contanto que tenha espaço para os cachorros.”