Nine Inch Nails fará pausa na carreira

Trent Reznor anuncia turnê conjunta com o Jane’s Addiction e avisa que depois dos shows, NIN irá “desaparecer por um tempo”

Da redação Publicado em 18/02/2009, às 09h51

O líder e único integrante fixo do Nine Inch Nails, Trent Reznor, avisou aos fãs que a banda irá parar por tempo indeterminado. Em texto no site do grupo, Reznor anunciou uma turnê com o Jane's Addiction (que não faz uma grande maratona de shows com os integrantes originais há cerca de 15 anos) como o último compromisso antes das férias prolongadas.

Reznor lembra que 2009 marca o aniversário de duas décadas de sua banda - e que depois de tanto tempo na ativa e da turnê realizada em 2008, é chegado o momento de parar. "Estive pensando por um tempo e agora é a hora de fazer o NIN desaparecer por um tempo. A turnê do ano passado, Lights in the Sky, é algo de que me orgulho e parece ter sido o máximo que pude alcançar em termos de produção elaborada. Foi também muito difícil de se fazer técnica e fisicamente, noite após noite, e deixou todos nós um tanto estupefatos."

No comunicado, Reznor enaltece o grupo do vocalista Perry Farrell e do guitarrista Dave Navarro, contando que um dos momentos mais importantes no início da carreira do Nine Inch Nails foi o convite para tocar em uma série de shows ao lado do Jane's. A banda, que ensaiou retornos com alguns músicos convidados no final da década de 1990 e nos anos 2000 (o quarteto se separou em 1991), se reuniu no ano passado - e resolveu voltar à estrada graças à insistência do frontman do NIN. "Esses caras foram geniais e neste momento no qual tudo é dominado por posers é refrescante ouvir algo que soa perigoso, volátil, bonito e SINCERO", afirmou Reznor sobre o grupo californiano.

O NIN está atualmente em turnê por Austrália e Nova Zelândia. Ele avisa que a nova turnê será bem diferente da última: "Muito mais crua, espontânea e menos roteirizada".

A banda deveria ter passado pelo Brasil em outubro de 2008, mas as apresentações, agendadas para Porto Alegre e São Paulo, foram canceladas após o início da venda de ingressos. O grupo tocou por aqui em 2005.