Nirvana: Como banda se sentia em relação ao MTV Unplugged?

Insegurança, falta de ensaio, muitos covers e 'clima de funeral'; como foi realmente a gravação do MTV Unplugged, do Nirvana?

Itaici Brunetti Publicado em 07/09/2021, às 10h30

None
Kurt Cobain em cena do MTV Unplugged (Foto: Divulgação/MTV)

Não é exagero dizer que a apresentação do MTV Unplugged in New York, da banda Nirvana, é uma das maiores já realizadas no formato acústico, e com certeza a mais popular da série MTV Unplugged. Mas, como a banda de Kurt Cobain se sentiu em relação a fazer um show desplugado? E como foram os preparativos?  

Primeiro, Kurt Cobain não queria transformar o MTV Unplugged em uma compilação de hits do Nirvana. Por isso, "Smells Like Teen Spirit", "Heart Shaped-Box", "Lithium" e "In Bloom", por exemplo, não entraram no repertório e deram lugar a covers de Meat Puppets ("Plateau", "Oh,Me" e "Lake of Fire"), Vaselines ("Jesus Wants Me For A SunBeam") e David Bowie, que ganhou uma versão espetacular para "The Man Who Sold The World."

+++LEIA MAIS: O que David Bowie achava da versão de 'The Man Who Sold The World', do Nirvana?

Depois, Kurt, Krist Novoselic e Dave Grohl - que estavam acostumados a aterrorizar seus respectivos instrumentos com força tocando em volume altíssimo - não estavam nada confiantes em ter que lidar com violões, vassourinhas de bateria e toda a delicadeza que canções acústicas exigem. O psicológico dos músicos estava abalado com isso. 

Em entrevista à CBC, Dave Grohl contou que a apresentação era para ser um desastre. "Não tínhamos ensaiado. Não estávamos acostumados a tocar acústico. Fizemos alguns ensaios e eles foram terríveis. Todo mundo achou que foi horrível. Até as pessoas da MTV acharam horrível. Então, nos sentamos, as câmeras ligaram e algo funcionou." disse o baterista. 

O produtor do Nirvana, Alex Coletti, reafirmou ao Loudwire a tensão pré-acústico que a banda enfrentou: "Dave Grohl é um baterista que bate pesado, e no caso de um show acústico se o baterista não consegue ter o controle da situação, do ritmo, da sutileza, do kit menor de bateria, a banda toda desanda junto com ele. Eles estavam com medo." 

+++LEIA MAIS: 10 curiosidades sobre Kurt Cobain que você - provavelmente - não sabia [LISTA]

Por último, Kurt Cobain queria que o Unplugged do Nirvana transmitisse uma atmosfera mórbida como se todos estivessem em um funeral, mas sem passar a impressão de que estavam mortos, e sim "mortos-vivos."

Ao chegar no Sony Music Studios, em Nova York, local da gravação, e ver a decoração previamente combinada com a produção da MTV, Cobain não se contentou e pediu mais flores e mais velas pretas do que as que já estavam expostas. O produtor Alex Coletti se aproximou do astro e perguntou: "Você quer que isso pareça um funeral?", e ouviu a resposta: "Sim, exatamente como em um funeral."

+++LEIA MAIS: Afinal, onde Kurt Cobain está enterrado?

O MTV Unplugged do Nirvana foi gravado em  novembro de 1993. Cinco meses depois, em 8 de abril de 1994, Kurt Cobain foi encontrado morto em sua casa em Seattle, vítima de suicídio. O álbum MTV Unplugged in New York foi lançado em 1 de novembro de 1994 e se tornou um sucesso imediato, consolidando como um dos melhores álbuns da banda.

As informações são do site Grunge.  


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!