No Brasil, Jorge & Mateus é artista mais ouvido no Spotify em 2015

Com Drake dominando internacionalmente, serviço de streaming divulgou balanço do ano

Redação Publicado em 01/12/2015, às 16h31 - Atualizado às 19h13

1º - Jorge e Mateus
Reprodução/Facebook

A dupla sertaneja Jorge & Mateus foi o artista mais ouvido no Brasil, em 2015, pelos usuários do serviço de streaming Spotify. A filial brasileira da empresa divulgou os dados nacionais e internacionais, com o balanço do ano, nesta terça-feira, 1º.

Veja as capas das 100 primeiras edições publicadas pela Rolling Stone Brasil.

Entre os usuários brasileiros do serviço, Jorge & Mateus bateu Maroon 5, Henrique & Juliano, Calvin Harris e Ed Sheeran, na categoria. Já as cinco músicas mais ouvidas foram de Major Lazer (“Lean On”), Maroon 5 (“Sugar”), Ed Sheeran (“Thinking Out Loud”), Mark Ronson (“Uptown Funk”) e Calvin Harris (“Blame”).

Apesar de não ter músicas no Top 5, a dupla Jorge & Mateus é também dona do posto de disco mais escutado no país. Os Anjos Cantam, lançado em março deste ano, encabeça a lista de álbuns, seguido por Stories (Avicii), Beauty Behind The Madness (The Weeknd), Peace Is The Mission (Major Lazer) e Reflection (Fifth Harmony).

Galeria: 15 discos nacionais lançados no primeiro semestre deste ano que você deve ouvir.

Mundialmente falando, o Spotify consagrou em 2015 o rapper Drake. Além de artista mais escutado no mundo, ele teve o segundo álbum (If You’re Reading This It’s Too Late) mais escutado, atrás apenas de Beauty Behind The Madness, do Weeknd. A lista de artistas mais ouvidos no mundo ainda traz Ed Sheeran, Weeknd, Maroon 5 e Kanye West.

No balanço anual, o Spotify também revelou outros dados interessantes, como o dia em que os usuários mais escutaram músicas no serviço (19 de junho), as playlists mais reproduzidas (“Today’s Top Hits”, no mundo, e “Esquenta Sertanejo”, no Brasil), o artista mais ouvido em um dia (Justin Bieber, em 13 de novembro) e o mais reproduzido na história da empresa (até hoje): Ed Sheeran, com mais de 3 bilhões de plays.