Noel Gallagher diz que sexualização das mulheres é culpa dos EUA, e que cultura britânica nunca faria isso

O comentário polêmico vem logo após o ex-Oasis se declarar contra o uso de máscaras de proteção

Redação Publicado em 21/09/2020, às 18h53

None
Noel Gallagher (Foto: Mauricio Santana/Getty Images)

Após um período aparentemente tranquilo, Noel Gallagher voltou ao estado de espírito pelo qual ficou conhecido e reativou o modo reclamão, crítico e polêmico.

Após se declarar contra o uso de máscaras de proteção, alegando que a pandemia já tirou muita liberdade das pessos, o ex-Oasis disse, em entrevista ao The Daily Star, que a culpa por existir sexualização das mulheres é toda dos Estados Unidos.

+++LEIA MAIS: Noel Gallagher é contra o uso de máscaras de proteção: 'Já estão tirando muita liberdade nossa'

Como evidenciado pelo NME, Noel chegou a essa conclusão após assistir ao MTV VMA, que foi transmitido no dia 30 de agosto.

"Tava passando aquela horrorosa da Miley Cyrus, e ela estava fazendo alguma merda, e até minha filha de 9 anos falou 'Por que o câmera só está filmando as pernas dela?", disse o músico.

E completou: "As mulheres são sexualizadas por causa dos Estados Unidos. A cultura britânica jamais sexualizaria uma mulher. Tudo isso veio dos EUA — essa porra dessa cultura juvenil, babaca e estúpida."


+++ MANU GAVASSI: 'SE A MÚSICA SÓ FOR UMA FÓRMULA, É VAZIA E NÃO EMOCIONA' | ENTREVISTA ROLLING STONE