Noel Gallagher quer R$ 750 milhões para reunir Oasis: 'Se alguém oferecer, eu aceito'

Noel Gallagher divulgou valor para reunir o Oasis, mas não acredita que industria da música tenha a quantia para oferecer

Itaici Brunetti Publicado em 21/05/2021, às 16h52

None
Noel Gallagher (Foto: Mauricio Santana/Getty Images)

Após tantos pedidos insistentes de fãs - e de tantas recusas de Noel Gallagher, o músico inglês acaba de colocar um preço para que o Oasis se reúna novamente. O valor pedido pelo guitarrista é de £100 milhões (R$ 754 milhões na cotação desta sexta, 21).

Em entrevista ao programa de TV britânico The Jonathan Ross Show, Noel Gallagherdisse o preço após responder a pergunta do apresentador, mas desacredita que a indústria da música seria capaz de bancar essa quantia por um retorno do Oasis

+++LEIA MAIS: Por que Noel Gallagher considera 'Wonderwall' uma das músicas menos preferidas dele?

"Não há £100 milhões na indústria da música. Se alguém quiser me oferecer £100 milhões agora, eu digo que aceito. Farei isso por £100 milhões. É ridículo," afirmou o ex-guitarrista do Oasis, e continuou: "O que é engraçado, porém, é que acho que Liam [Gallagher e irmão de Noel] realmente acredita nisso [que alguém pagaria o valor]." 

O comentário de Noel veio depois que seu irmão, Liam, disse no ano passado que havia recebido uma oferta milionária para o Oasis retornar, mas alegou que ainda não era o suficiente para Noel.

+++LEIA MAIS: Lá vem Noel Gallagher: ex-Oasis detona Taylor Swift e Ed Sheeran e reclama de falta de ‘rockstars de verdade’

Recentemente, Noel Gallagher falou ao The Project sobre pedidos de reunião de seu ex-grupo musical e afirmou que "não sente vontade em voltar com o Oasis."

"As pessoas me fazem essa pergunta diariamente, e só posso dizer que simplesmente não estou com vontade. Quando você está em uma banda, é um compromisso absoluto, então não, eu não acho que poderia ter uma ideia e apresentá-la para quatro pessoas e, em seguida, seis semanas depois, alguém dá para trás porque o gato está com tosse. Então, eu gosto de seguir no ritmo da minha própria música. Oasis acabou, temo em dizer", pontuou.

O músico acrescentou: "O legado da banda está gravado em pedra. Se as pessoas nos viram, entenderão o motivo de tanto barulho. Se você não nos viu, então é difícil, porque eu também nunca vi Beatles ou Sex Pistols."

As informações são da NME


+++ SUPLA: 'NA ARTE A GENTE TEM QUE SER ESPONTÂNEO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL