Noite Fora do Eixo passa a ser realizada mensalmente em São Paulo

Studio SP abrigará projeto musical na capital paulista; trio argentino Tremor, Black Drawing Chalks e Criolina tocam nesta terça, 15

Da redação Publicado em 15/02/2011, às 19h01

Black Drawing Chalks toca no Studio SP, no Fora do Eixo, nesta terça, 15
Divulgação

A noite Fora do Eixo, que contabiliza mais de 500 edições pelo Brasil, a partir desta terça, 15, passará a ser realizada uma vez por mês no Studio SP, na capital paulista, segundo comunicado da equipe do evento.

O projeto, que até hoje convidou cerca de 1500 atrações desde sua criação, une bandas nacionais e latino-americanas, além de DJs convidados. Nesta terça, 15, formalizando a nova mudança, tocarão na casa noturna paulistana o trio argentino Tremor (que mistura cúmbia, batidas folclóricas argentinas e música eletrônica), a banda goiana Black Drawing Chalks e os discotecários do coletivo Criolina, de Brasília.

Na mesma noite, também sobe ao palco a banda Cabruêra, de Campina Grande, que participa do Cedo & Sentado, às 21h, com entrada gratuita (a Noite Fora do Eixo começa às 23h). Mais informações podem ser encontradas no site oficial do evento.

Fora do Eixo apresenta Cedo & Sentado

Cabruêra

15 de fevereiro, às 21h

Studio SP (Rua Augusta, 591, centro)

Informações: 11 3129 7040

Entrada gratuita

Noite Fora do Eixo

Black Drawing Chalks e Tremor

Discotecagem: Criolina DJs

15 de fevereiro, a partir das 23h

Studio SP (Rua Augusta, 591, centro)

Ingresso: R$ 15

Informações: 11 3129 7040