Direito de resposta: Kika Seixas

Redação Publicado em 30/09/2009, às 18h33

Pedido de Réplica

Aos editores,

Em relação à matéria "Moleque Maravilhoso", sobre Raul Seixas, edição 35 e publicação no site da revista em 21 de agosto de 2009:

Quero deixar claro que em nenhum momento exigi somas em dinheiro (nem altas nem baixas) para o projeto do Marcelo Fróes, conforme a declaração publicada no site da revista Rolling Stone.

Da forma que está sendo apresentado, está me criando grande desconforto, pois deturpa a verdade ao publicar apenas as declarações dos advogados. Como poderiam os atuais procuradores Renato Pacca e Flavia Vasconcellos (nomeados em 2007 e 2006, respectivamente) fazer graves acusações à minha pessoa sobre um fato que ocorreu em 1997, se nem eram representantes das herdeiras de Raul Seixas à época do acontecimento?

Peço que a gravadora Sony e seus executivos se manifestem. Quanto a Vivian Seixas, minha filha, ela não poderia esclarecer este assunto, pois era menor de idade!

Em relação à palavra "viúva", não tenho culpa se a imprensa e os fãs me chamam carinhosamente desta forma, já que vivi mais de cinco anos com Raul e sempre trabalhei incansavelmente ao lado dele, enquanto vivo e após sua morte.

Lamentável que a matéria dos 20 anos da morte de Raul Seixas tenha se transformado numa novela mexicana para saber quem é a verdadeira "viúva" de Raul.

Atenciosamente,

Kika Seixas