Nova música de Avril Lavigne fala sobre amar o Diabo e incomoda fãs cristãos

Campanha de divulgação de “I Fell In Love With the Devil” mostra imagens pouco ortodoxas

Redação Publicado em 09/07/2019, às 11h37

None
Avril Lavigne posta foto para divulgar “I Fell In Love With the Devil” (Foto: Reprodução / Instagram)

Avril Lavigne anunciou sua volta ao showbussiness no final de 2018, depois de uma pausa de carreira de cerca de cinco anos motivada pela doença de Lyme.Head Above Water, sua música de retorno, fala sobre superação da doença e os tempos difíceis que enfrentou.

Na última semana, anunciou o lançamento de mais uma canção, “I Fell In Love With the Devil”, ou “Me Apaixonei Pelo Demônio.” Os versos desta são o contrário das mensagens de superação de “Head Above Water”. " Me apaixonei pelo demônio / e agora estou com problemas / me apaixonei pelo demônio / fui enfeitiçada por ele / alguém me manda um anjo / para me emprestar sua auréola / por favor, me salve deste inferno”, canta Lavigne.

+++ LEIA MAIS: Há 37 anos: Led Zeppelin enfrentava acusações de satanismo em Stairway To Heaven 

A faixa, claramente controversa, desagradou alguns dos fãs da cantora. Desde que começou a divulgar a canção com fotos em seu Instagram, a cantora vem sido bombardeada de críticas, comentários negativos e até xingamentos. “Isto é horrível. Vou parar de te seguir, e que Deus vença”, comentou um dos seguidores. “Você precisa de Jesus. O que aconteceu com o último single, 'Head Above Water'? Deus te salvou e te abençoou com outra oportunidade, e agora você faz essa merda? Cara, vergonhoso. Sou sua fã desde o começo, e isso me chateou. Ajuste sua alma com Jesus, o único que pode te salvar. E, mesmo assim, você faz essa blasfêmia contra ele? Oro pela sua salvação”, desabafou outra seguidora, arrecadando algumas centenas de “likes” na resposta. 

Alguns outros fãs brincaram com a situação, e aproveitaram para lembrar os boatos de que a cantora morreu ainda adolescente e foi substituída por outra, e também de que está “renovando o pacto” que supostamente a deixaria sempre jovem. 

E, embora Avril Lavigne tenha feito uma longa pausa, está ansiosa para voltar: em Setembro deste ano, começa uma turnê pelos Estados Unidos com 15 datas agendadas até o meio de Outubro. Uma porcentagem dos fundos vai para o Instituto Avril Lavigne, voltado para auxiliar pesquisas sobre a doença de Lyme. 

A doença de Lyme é causada por uma bactéria transmitida para os humanos pela mordida de um carrapato. Os sintomas são parecidos com os da gripe: fadiga, dores de cabeça e no corpo, e se tratada desaparece em cerca de um mês. O problema é quando é confundida com uma gripe, já que a doença sem combate de antibióticos pode progredir, causar enrijecimento das articulações, paralisias nos músculos e alterações cardíacas - sintomas que podem durar por anos, como aconteceu com Avril.

+++ SESSION ROLLING STONE: Cynthia Luz acredita no amor puro com "Não Sou Sem Nós"