Pulse

Novas bandas de rock se vestem igual banqueiros, diz Nikki Sixx

Para baixista do Motley Crue, bandas de rock eram Rolling Stones e Aerosmith

Redação Publicado em 22/04/2019, às 19h45

None
A banda Motley Crue (Foto: Tenth Street Entertainment)

Para Nikki Sixx, falta algo nas bandas de rock de hoje em dia: aquele toque clássico de “sexo, drogas e rock n’ roll” que o Motley Crue tinha.

Em uma entrevista ao Kerrang!, o músico relembrou a carreira insana que teve na banda, e seus anos de vício em heroína, e como isso, para ele, transmite o espírito do rock.

+++ Solta o riff! Rolling Stone Brasil vai premiar o melhor riff com prêmios exclusivos no Instagram 

“Eu fico surpreso por nós [integrantes da banda] estarmos vivos. Eu acordo todos os dias e olho em volta, e descubro que sou pai, sou casado, e estou envolvido em vários projetos. Estou trabalhando em um musical, escrevendo outro livro, e tenho mais uns dois projetos. Eu existo nessa bolha criativa e olho para trás no vício [em heroína] e digo ‘isso nunca vai acontecer de novo”, disse.

“E na verdade, acho que isso não vai mais acontecer no rock n’ roll. Nós temos bandas que se vestem como banqueiros agora, e eles nem ganham grana!.”

Em seguida, citou bandas que seguem o padrão do rock para ele. “Eu olho para o Aerosmith em 1976 penso ‘isso é uma banda de rock!’. Eu olho para os Rolling Stones quando criaram Some Girls[disco de 1978] e penso ‘isso é uma banda de rock!’. E esse estilo de vida não existe mais”, lamentou-se.

Entrevista RS: Di Ferrero fala sobre música pop, vida pós-NX Zero e projeto engavetado com Emicida: