Novo disco do Pink Floyd terá participação do cientista Stephen Hawking

Físico que se comunica por meio de aparelho cedeu a voz artificial ao registro “Talkin’ Hawkin’”, de The Endless River

Rolling Stone EUA Publicado em 08/10/2014, às 16h23 - Atualizado às 17h46

O cientista Stephen Hawking

Ver Galeria
(8 imagens)

Em 10 de novembro, o Pink Floyd irá lançar The Endless River, o primeiro disco da banda em duas décadas. Mesmo sendo, em sua maioria, instrumental, o tão esperado novo álbum contará com “vocais” familiares: a voz artificial do físico Stephen Hawking estará na faixa “Talkin’ Hawkin’”, de The Endless River.

Dez aguardados discos internacionais que serão lançados ainda em 2014.

O Pink Floyd já recrutou o cientista – que se comunica através de um aparelho que gera sons – previamente para ser narrador no single “Keep Talkin’”, do disco The Division Bell. Entretanto, a nova “Talkin’ Hawkin’” não será um tipo de “sequência” da canção lançada pela banda em 1994.

Mais sobre The Endless River

De acordo com um comunicado oficial enviado pelo Floyd, The Endless River é um “álbum instrumental de quatro partes”, entretanto uma faixa, “Louder Than Words”, tem letras compostas pela esposa de David Gilmour, Polly Samson. O disco tem produção de Gilmour, Phil Manzanera, Youth e Andy Jackson, e já está disponível para pré-venda.

O projeto começou com Gilmour e o baterista do Pink Floyd Nick Mason remexendo em músicas que eles gravaram com o tecladista Rick Wright (que morreu em 2008) durante as sessões de The Division Bell. “Ouvimos mais de 20 de horas de gravações e selecionamos as músicas com as quais queríamos trabalhar em um novo álbum”, diz Gilmour em comunicado.

Veja dez grandes capas de discos criadas por Storm Thorgerson; como Dark Side of The Moon.

Ele acrescentou: “Ao longo do último ano, adicionamos partes novas, regravamos outras e usamos novas tecnologias de estúdio para fazer um disco do Pink Floyd no século 21. Como Rick se foi – e com ele a chance de fazer isso novamente - parecia justo que essas faixas revisitadas e retrabalhadas fossem disponibilizadas como parte do nosso catálogo”.

Mason acrescenta: “The Endless River é um tributo a Rick. Acho que esse disco é uma boa maneira de reconhecer muito do que ele fez e como o jeito que ele tocava era o coração do som do Pink Floyd. Ouvir aquelas sessões me deu a sensação real do quão especial ele era como músico”.

Roger Waters: 10 clássicos da carreira solo e do Pink Floyd.

O Pink Floyd se separou em 1994 ao fim da turnê mundial de divulgação do álbum The Division Bell. Eles reuniram-se com Roger Waters para um show de quatro músicas no Live 8, em 2005. No ano seguinte, Gilmour saiu em turnê solo com Richard Wright nos teclados. Na mesma época, Waters tocou em alguns shows ao lado de Mason.

Waters, Gilmour e Mason reuniram-se novamente em 2011 para o show The Wall Live, em Londres, mas têm desconversado seguidamente sobre uma possível turnê. Waters não está envolvido de nenhuma forma com The Endless River e a banda ainda não demonstrou interesse em divulgar o disco com apresentações ao vivo.

Ouça abaixo os teasers com prévias de músicas de The Endless River já divulgados pela banda.

Tracklist de The Endless River:

Lado 1

1 – “Things Left Unsaid”

2 – “It’s What We Do”

3 – “Ebb and Flow”

Lado 2

1 – “Sum”

2 – “Skins”

3 – “Unsung”

4 – “Anisina”

Lado 3

1 – “The Lost Art of Conversation”

2 – “On Noodle Street”

3 – “Night Light”

4 – “Allons-y (1)”

5 – “Autumn’68”

6 – “Allons-y (2)”

7 – “Talkin’ Hawkin'”

Lado 4

1 – “Calling”

2 – “Eyes To Pearls”

3 – “Surfacing”

4 – “Louder Than Words”