Novo documentário de Michael Jackson gera processo entre produtora e herdeiros

Michael: The Last Photo Shoots tem imagens filmadas em 2007, quando o Rei do Pop se preparava para voltar à ativa

Rolling Stone EUA Publicado em 29/06/2014, às 13h21 - Atualizado às 13h27

Michael Jackson
C.F. Tham/AP

Cenas de bastidores de Michael Jackson, filmadas em 2007, deram início a uma batalha judicial entre a produção por trás do novo documentário sobre o músico e os donos do espólio do Rei do Pop.

Sete coisas que a cultura pop aprendeu com Michael Jackson

De acordo com o The Hollywood Reporter a produtora Noval Williams Films, que está por trás do Michael: The Last Photo Shoots, entrou com um processo judicial para provar que o uso das imagens são válidas. O diretor do filme, Craig Williams, afirma que as gravações foram feitas durante uma entrevista e sessão de fotos para a revista Ebony, no Brooklyn Museum of Art, quando Michael se preparava para voltar a se apresentar nos Estados Unidos. Seria a primeira entrevista dele à uma revista em uma década.

Howard Weitzman, advogado que cuida do espólio do Rei do Pop, contudo, diz que as imagens em questão são privadas e, portanto, de propriedade dos herdeiros. “Os realizadores deste documentário estão tentando explorar as imagens e as fotografias de Michael Jackson, as quais, nós acreditamos, pertencerem ao espólio dele”, disse o advogado. “O documentário contém imagens de Michael durante momentos privados as quais ele nunca aceitaria que fossem a público e exploradas comercialmente sem o seu consentimento ou envolvimento. Michael nunca autorizaria ou aprovaria o uso deste material para o documentário”

Michael Jackson: veja fotos íntimas do Rei do Pop na adolescência

A Noval Williams Films afirma no processo que os herdeiros de Jackson tiveram a chance de comprar os direitos das imagens em 2011 e não quiseram. Craig Williams diz que ele obteve os direitos em 2013. Weitzman, por outro lado, afirma que as imagens foram feitas através da contratação de uma empresa terceirizada e, com isso, Jackson seria o dono dos direitos pelas imagens. A companhia diz que não está infringindo direitos autorais.