Novo filme de Jordan Peele não trata de questões raciais, revela o diretor

Em entrevista à Rolling Stone EUA, o cineasta contou detalhes do longa que estreia em março deste ano

Rolling Stone EUA Publicado em 29/01/2019, às 15h05

None
Jordan Peele no Producers Guild Awards, na Califórnia (Foto: Chris Pizzello/Invision/AP)

Jordan Peele contou novos detalhes do filme Nós, sua mais recente produção que tem com estreia marcada para 21 de março deste ano.

Em entrevista à Rolling Stone EUA, o cineasta explicou que seu longa não tem a mesma ambiguidade de Corra!– filme que lhe rendeu o Oscar de Melhor Roteiro Original. 

Corra! é existencialmente aterrorizante. Nós é assustador de cuspir seu refrigerante.”

Nós conta a história de uma família que enfrenta angustiantes doppelgangers de si mesmos (uma espécie de sósias) que, para o diretor, fazem parte de uma “mitologia de monstros”, como o Frankestein, o Dracula e o Lobisomem, da tradição de filmes de terror criada pela Universal Studios.

Com Nós, Peele dá um passo para trás na discussão de questão racial, ao contrário do que muitos fãs podem esperar. Para ele, o simples fato do filme ser centrado em uma família negra já é muito significativo.

“É importante para mim que possamos contar histórias com negros sem necessariamente criarmos uma discussão de raça”, contou Peele. “Percebi que nunca assisti a um filme de terror desse tipo, com uma família de negros norte-americanos no centro da narrativa só porque sim.”

“Depois de superar o fato de que você está assistindo a uma família negra em um filme de terror, você apenas assiste ao filme. Você apenas assiste pessoas. Eu sinto que isso prova um ponto muito válido e diferente do que se tratava Corra!, que é: ‘nem tudo é sobre raça’.”

Corra! prova o ponto de que tudo é sim sobre raça”, explicou. “Eu provei os dois pontos.”

Em Nós, Lupita Nyong’o vive a mãe, Winston Duke (Pantera Negra) é o pai e, assim como os dois atores crianças, também interpretam os respectivos sósias aterrorizantes.

Para dar vida à protagonista de Nós, Lupita recebeu uma lista de dez longas de terror os quais deveria assistir para se preparar. Os filmes vão de O Iluminado, do Stanley Kubrick, ao suéco Deixa Ela Entrar, de 2008.

Ela classifica Jordan Peele, que estampa a capa da edição de fevereiro da Rolling Stone EUA, como um “grande geek” e pontua que o cineasta é extremamente estudioso.


Assista abaixo ao trailer de Nós